Jogos sem público custarão R$ 570 mi aos clubes alemães, aponta relatório

De acordo com um relatório da revista Kicker, os "jogos fantasmas" farão os clubes desembolsarem, ao todo, cerca de 91 milhões de euros (R$ 570 milhões)

Bayern voltou a treinar na AlemanhaBayern voltou a treinar na Alemanha - Foto: Christof STACHE / AFP

Os torneios de futebol da Alemanha serão os primeiros entre os grandes europeus a reiniciarem as atividades em meio à pandemia do novo coronavírus. Com jogos neste fim de semana, as duas principais divisões locais terão suas partidas retomadas sem público nos estádios. E este detalhe vai custar caro aos clubes envolvidos.

De acordo com um relatório da revista Kicker, os "jogos fantasmas" farão os clubes desembolsarem, ao todo, cerca de 91 milhões de euros (R$ 570 milhões). Entre os 82 jogos restantes da Bundesliga (primeira divisão alemã), a perda ficará em torno de 69,6 milhões de euros (cerca de R$ 434 milhões).

O restante (cerca de R$ 136 milhões) ficou com os 18 clubes da Bundesliga 2 (segunda divisão), que tem 81 partidas a serem realizadas. Todo o cálculo se baseou na receita de ingressos da temporada anterior. A revista aponta, no entanto, que os prejuízos podem ser minimizados caso os torcedores renunciem ao reembolso de ingressos já adquiridos –alguns clubes já iniciaram este movimento.

Leia também:
Itália libera treinos em grupo de clubes a partir do dia 18 e cita cautela
Alemanha planeja reabrir o comércio e as escolas em maio

Veja também

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 e promete novo lote na sexta
Vacina

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 e promete novo lote na sexta

Número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil
Coronavírus

Número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil