Internacional

Johnson e Bolsonaro concordam em pedir cessar-fogo na Ucrânia

Bolsonaro e o Primeiro-Ministro Britânico conversaram por telefone nesta quinta-feira(3)

Presidente Jair Bolsonaro e Primeiro-ministro Boris Jhoson Presidente Jair Bolsonaro e Primeiro-ministro Boris Jhoson  - Foto: eprodução/Flickr/Palácio do Planalto

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o presidente Jair Bolsonaro concordaram em pedir um cessar-fogo na Ucrânia, informou, nesta quinta-feira (3), um porta-voz de Johnson após uma conversa telefônica entre os dois dirigentes sobre a invasão do país pela Rússia.

"O primeiro-ministro conversou com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, sobre a situação na Ucrânia", afirmou o porta-voz. "Os dirigentes concordaram na necessidade de um cessar-fogo urgente na Ucrânia e declararam que a paz deve prevalecer", acrescentou.

Até agora, Bolsonaro tem evitado criticar a Rússia pela invasão da Ucrânia. Na quinta-feira passada, ele desmentiu o vice-presidente, Hamilton Mourão, que havia dito que "o Brasil não concorda com a invasão do território ucraniano".

No domingo, o presidente afirmou que o Brasil manterá uma postura de "neutralidade" e não vai "tomar partido".

Após a conversa desta quinta, Boris Johnson ressaltou que "o Brasil foi um aliado vital na Segunda Guerra Mundial e sua voz voltou a ser crucial neste período de crise".

"Juntos, o Reino Unido e o Brasil precisavam pedir o fim da violência, acrescentou o primeiro-ministro", afirmou seu porta-voz.

Veja também

Casa real britânica não divulgará relatório de "assédio" de Meghan Markle
Família real

Casa real britânica não divulgará relatório de "assédio" de Meghan Markle

YouTube tira do ar o canal da Assembleia Legislativa de SP após vídeo negacionista sobre Covid
Negacionismo

YouTube tira do ar o canal da Assembleia Legislativa de SP após vídeo negacionista sobre Covid