Internacional

Johnson e Bolsonaro concordam em pedir cessar-fogo na Ucrânia

Bolsonaro e o Primeiro-Ministro Britânico conversaram por telefone nesta quinta-feira(3)

Presidente Jair Bolsonaro e Primeiro-ministro Boris Jhoson Presidente Jair Bolsonaro e Primeiro-ministro Boris Jhoson  - Foto: eprodução/Flickr/Palácio do Planalto

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o presidente Jair Bolsonaro concordaram em pedir um cessar-fogo na Ucrânia, informou, nesta quinta-feira (3), um porta-voz de Johnson após uma conversa telefônica entre os dois dirigentes sobre a invasão do país pela Rússia.

"O primeiro-ministro conversou com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, sobre a situação na Ucrânia", afirmou o porta-voz. "Os dirigentes concordaram na necessidade de um cessar-fogo urgente na Ucrânia e declararam que a paz deve prevalecer", acrescentou.

Até agora, Bolsonaro tem evitado criticar a Rússia pela invasão da Ucrânia. Na quinta-feira passada, ele desmentiu o vice-presidente, Hamilton Mourão, que havia dito que "o Brasil não concorda com a invasão do território ucraniano".

No domingo, o presidente afirmou que o Brasil manterá uma postura de "neutralidade" e não vai "tomar partido".

Após a conversa desta quinta, Boris Johnson ressaltou que "o Brasil foi um aliado vital na Segunda Guerra Mundial e sua voz voltou a ser crucial neste período de crise".

"Juntos, o Reino Unido e o Brasil precisavam pedir o fim da violência, acrescentou o primeiro-ministro", afirmou seu porta-voz.

Veja também

Um erro comum de skincare pode fazer você parecer mais velho
SAÚDE

Um erro comum de skincare pode fazer você parecer mais velho

Líderes israelenses criticam possíveis sanções dos EUA contra unidade militar ultraortodoxa
ISRAEL

Líderes israelenses criticam possíveis sanções dos EUA contra unidade militar ultraortodoxa

Newsletter