A-A+

José Avillez diz que 'Mestre do Sabor' fez bem para seus restaurantes

Chef integra júri que escolherá vencedor do prêmio de R$ 250 mil do reality, nesta quinta-feira (26)

Chef José AvillezChef José Avillez - Foto: Reprodução/Instagram

O chef português José Avillez terá uma grande missão nesta quinta-feira (26), quando chega ao fim a primeira temporada do reality gastronômico do "Mestre do Sabor" (Globo). Ele integra o júri que escolherá o vencedor do prêmio de R$ 250 mil, ao lado de Léo Paixão e Kátia Barbosa. Concorrem Djalma Victor e Dudu Poerner, do time de Avillez, e Lui Veronese e Gabriel Coelho, do time de Paixão.Até lá, o chef português aproveita a fama conquistada no programa. "Foi muito divertido! Aprendi muito e ensinei alguma coisa. Medo não tinha, mas foi uma grande responsabilidade", comenta.

A atração consolidou média de 18 pontos de acordo com dados do Kantar Ibope (cada ponto na Grande SP equivale a pouco mais de 74 mil domicílios). A participação do cozinheiro no reality, segundo o próprio, trouxe ainda mais benefícios, tanto para a vida pessoal quanto para a profissional. "Acho que não tenho fã-clubes", diz, aos risos. Fiquei sem dúvidas mais conhecido e tem sido bom para os meus restaurantes. Mais importante do que ser conhecido é ser reconhecido pelo meu trabalho. Mas é sempre bom receber carinho de quem nos acompanha", explica.

Leia também:
Chef Bel Coelho engole fone de ouvido por engano
Vitor vence 1ª temporada do 'MasterChef - A Revanche'


Em Portugal, José Avillez foi eleito o melhor chef do mundo pela Academia Internacional de Gastronomia em 2018. Ele é sócio de 30 restaurantes em seu país e até em Dubai. Portanto, trabalhar e mostrar sua vertente culinária no Brasil é mais um passo de sua extensa e vitoriosa trajetória. "Desde que cheguei no Brasil, fui muito bem recebido e isso ajudou muito. Tive, com certeza, mais dificuldades do que um chef brasileiro por não estar tão familiarizado com alguns ingredientes e preparações. Mas eu acabei me adaptando e aprendendo muito com isso", conta.

De acordo com Avillez, ainda não é possível afirmar se ele estará na próxima temporada que deve chegar em 2020. "Mas se houver [a chance de continuar], acho que há sempre algo que possa melhorar. Vamos ver." A ideia é que o mesmo time permaneça para o ano que vem. A Globo ainda não confirma a continuidade do projeto. Na entrevista coletiva antes do início da temporada, porém, o diretor, LP Simonetti, havia confirmado uma segunda leva de episódio. "Já temos uma segunda temporada, já existe esse projeto para 2020 porque diante do que vimos, a Globo já acredita em nós", revelou, à época.

A parceria com os demais chefs, Kátia e Léo, foi incrível, diz ele. "Os dois foram magníficos. Eles me ajudaram muito na cultura brasileira, mas principalmente foram meus amigos. Se Deus quiser seremos para sempre, por muitos e muitos anos."
Avillez elenca o que mais apreciou na gastronomia brasileira. "Bobós, moquecas, farofas, as 1.001 formas de preparos. Não esqueço esses sabores e texturas e quero inserir na minha cozinha", comenta.

Veja também

Procuradoria investigará presidente do Equador por fraude tributária após Pandora Papers
Equador

Procuradoria investigará presidente do Equador por fraude tributária após Pandora Papers

Covid-19: Brasil registra 451 mortes e 16.853 diagnósticos em 24 horas
Coronavírus

Covid-19: Brasil registra 451 mortes e 16.853 diagnósticos em 24 horas