Justiça determina fim da greve dos servidores do Hemope

Decisão foi do desembargador André Oliveira da Silva Guimarães. A pena pelo não cumprimento da decisão é de multa diária de R$ 30 mil

HemopeHemope - Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) determinou, nesta sexta-feira (5), que o Sindicato dos Servidores da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Sindshemope) suspenda, imediatamente, a paralisação deflagrada no último dia 3. A decisão foi do desembargador André Oliveira da Silva Guimarães.

Ele também determinou o retorno ao trabalho dos servidores. A pena pelo não cumprimento da decisão é de multa diária de R$ 30 mil. A determinação atendeu a pedido da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE).

Em sua decisão, o desembargador avalia que os documentos apresentados pela Procuradoria atestam que a paralisação dos servidores do Hemope foi deflagrada “ao arrepio das disposições da Lei nº 7.783/89, aplicável aos servidores públicos, quer por ter sido estipulada por prazo indeterminado em área estratégica da saúde pública, quer por haver reduzido o número de atendimentos a 30%, por demais insuficiente ao atendimento da demanda”.

Veja também

Câmara Baixa do Parlamento russo ratifica extensão do tratado nuclear New START
PRAZO

Câmara Baixa do Parlamento russo ratifica extensão do tratado nuclear New START

Governo do Maranhão desiste de suspender pequenos eventos
Coronavírus

Governo do Maranhão desiste de suspender pequenos eventos