Notícias

Justiça pode decidir sobre habeas corpus de João de Deus nesta terça

Argumento utilizado se baseia na idade avançada e no estado de saúde do médium

Médium João de DeusMédium João de Deus - Foto: Pedro Ladeira/AFP

A Justiça de Goiás pode decidir nesta terça-feira (18) o pedido da defesa do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, de 76 anos, que entrou com habeas corpus para transformar a decisão judicial de prisão preventiva em prisão domiciliar com tornozeleira. O argumento utilizado se baseia na idade avançada e no estado de saúde de João de Deus.

A decisão ocorre no momento em que a força-tarefa, criada pelo Ministério Público de Goiás, para apurar as acusações de abuso sexual contra o médium, recebeu 506 relatos de mulheres que denunciam crimes sexuais. Há uma semana, desde que o grupo foi criado, o número de denúncias aumenta.

Leia também:
Médium João de Deus se entrega à polícia e é preso em Goiás
Depoimento de João de Deus tem teclado quebrado, gritos, fio queimado e agente ferido


Pela segunda noite consecutiva, João de Deus dormiu em uma cela de 16 metros quadrados com pia e vaso sanitário, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, denominado Núcleo de Custódia. O pedido de prisão preventiva se sustentou em 15 denúncias já formalizadas em Goiânia – todas por crimes sexuais.

No domingo (16) à tarde, João de Deus se entregou em uma estrada de terra na região de Abadiânia, em Goiás. De acordo com os advogados, o lugar foi escolhido para preservar o médium. Porém, policiais confirmaram que houve uma longa negociação para ele se entregar.

Os advogados reiteram a inocência do médium e levantam dúvidas sobre o comportamento das possíveis vítimas e o conteúdo de seus depoimentos. A polícia também investiga a a movimentação de cerca de R$ 35 milhões nas contas de João de Deus.

Veja também

Pernambuco mobiliza helicópteros, embarcações e mais de mil profissionais no atendimento às vítimas
chuvas

Pernambuco mobiliza helicópteros, embarcações e mais de mil profissionais no atendimento às vítimas

Compesa anuncia suspensão do abastecimento de água devido às chuvas na RMR
Chuvas

Compesa anuncia suspensão do abastecimento de água devido às chuvas na RMR