Cumbre Vieja

La Palma: vulcão já emitiu 250 mil toneladas de dióxido de enxofre

Cumbre Vieja entrou em erupção no dia 19 de setembro

Vulcão Cumbre Vieja Vulcão Cumbre Vieja  - Foto: Jorge Guerrero / AFP

O Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan), na Espanha, estimou em 250 mil toneladas a quantidade de dióxido de enxofre (S02) emitida para a atmosfera pelo Vulcão La Palma, desde o início de sua erupção em 19 de setembro.

Em publicação nas redes sociais, o Involcan diz que o cálculo pode ser "um valor subestimado" por se basear na realização de medições de SO2 em posição móvel terrestre, que representam "limitações importantes devido a vários fatores".
 

A instituição das Ilhas Canárias que tem monitorado o Vulcão Cumbre Vieja, desde que entrou em erupção, em setembro passado, na ilha espanhola de La Palma, adianta que o conhecimento dos níveis de emissões de CO2 permite também estimar em 35 milhões de metros cúbicos o volume de magma liberado pelo vulcão.

De acordo com a agência de notícias espanhola EFE, a comissão científica que acompanha o Plano de Emergência Vulcânica das Canárias (Involcan) calculou, há vários dias, a quantidade de material emitido pelo vulcão, incluindo os piroclastos - materiais lançados na atmosfera por erupções explosivas -, em cerca de 80 milhões de metros cúbicos.

Há duas novas fissuras descobertas na cratera do Cumbre Vieja. A lava não pára de descer até o mar há duas semanas.

Veja também

Após debandada, presidente da Capes faz apelo para que coordenadores permaneçamBRASIL

Após debandada, presidente da Capes faz apelo para que coordenadores permaneçam

Recife promove primeiro encontro com outras capitais para decidir sobre o CarnavalCarnaval

Recife promove primeiro encontro com outras capitais para decidir sobre o Carnaval