Ligações clandestinas são retiradas do trajeto das prévias no Recife e em Olinda

Celpe volta a realizar a partir desta sexta (26) vistorias nos percursos dos principais blocos para identificar as irregularidades

Ligação clandestinaLigação clandestina - Foto: Cortesia/Celpe

A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) intensificou as investidas contra ligações clandestinas nas prévias carnavalescas no Recife e em Olinda. Aproximadamente 200 gambiarras já foram removidas em focos de animação nos dois últimos finais de semana.

A partir desta sexta-feira (26), a empresa volta a realizar vistorias nos percursos dos principais blocos com o objetivo de identificar e remover as irregularidades que oferecem risco à população e prejudicam fornecimento regular de energia. A empresa também realiza poda de árvores, panfletagem com dicas de segurança com energia e a reposição de tampas de medidores de energia danificados por atos de vandalismo.

Neste final de semana, a distribuidora preparou um esquema especial de fiscalização para atender aos percursos dos blocos Amantes de Glória, na Boa Vista, além do Clube Elefante de Olinda, Eu Acho é Pouco e Escola de Samba D’Breck, em Olinda. A Celpe reforça que a prática de ligação clandestina é crime, prejudica o fornecimento de energia e coloca a vida de pessoas em risco, sendo previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Para denúncias, os clientes podem utilizar o canal gratuito 116.

Veja também

Brasil quer reativar organização para recuperar protagonismo internacional na Amazônia
brasil

Brasil quer reativar organização para recuperar protagonismo internacional na Amazônia

Brasil registra mais de um milhão de casos da Covid-19 em 25 dias
Coronavírus

Brasil registra mais de um milhão de casos da Covid-19 em 25 dias