Recife

Lixo é retirado do Rio Capibaribe em ação para defesa do meio ambiente

Ação da Prefeitura do Recife foi realizada com o trabalho de garis, ecobarco e caçambas

Ação para retirada do lixo nos manguezais do Rio CapibaribeAção para retirada do lixo nos manguezais do Rio Capibaribe - Foto: Alexandre Aroeira / Folha de Pernambuco

O lixo acumulado no Rio Capibaribe está sendo retirado durante o dia desta sexta-feira (18). A ação da Prefeitura do Recife, por meio da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), realiza limpeza das áreas de manguezal nas margens do rio e acontece até este sábado (19). Ao todo, o trabalho está sendo realizada em 1,7 quilômetros de extensão em pontos da cidade.

A ação conta com a atuação de 62 garis, um Ecobarco para a remoção de resíduos flutuantes em todos os trechos navegáveis do rio, duas caçambas basculantes para resíduos volumosos, e um caminhão compactador para resíduos domésticos. 

Segundo os garis, a grande parte dos resíduos são de lixo doméstico da população, entre eles, copos, garrafas pet e móveis. Em algumas ocasiões, também são encontrados colchões, móveis, sapatos e peças de aparelhos eletrônicos, como TV e computador.

O trabalho acontece na área de Casa Forte, Jaqueira e Santana, compreendendo as ruas Leonardo Bezerra Cavalcanti, Afonso Albuquerque de Melo, Dr. Saulo Suassuna, Fernando Benvindo da Fonseca, e área interna do Parque Santana (na margem do rio).

De acordo com a prefeitura, as iniciativas contribuem com a preservação do meio ambiente, retirando os materiais constantemente jogados pela população. Todos os meses, a Emlurb realiza a limpeza nos manguezais que margeiam o Rio Capibaribe. 

Veja também

Ministros do G7 pedem à Opep que amplie produção de petróleo; analistas já preveem barril a US$ 150
petróleo

Ministros do G7 pedem à Opep que amplie produção de petróleo; analistas já preveem barril a US$ 150

Centenas de pessoas protestam depois de desabamento de um prédio que deixou 26 mortos no Irã
Protestos

Centenas de pessoas protestam depois de desabamento de um prédio que deixou 26 mortos no Irã