Loja de artesanato será inaugurada com objetos produzidos por detentos

Peças produzidas por detentos de cinco presídios do Estado estarão à venda na loja, em Itamaracá

Artesanato produzidos por detentosArtesanato produzidos por detentos - Foto: Divulgação/Seres

Nesta terça-feira (30), a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), inaugura, através da gerência de Produção, a loja “Seres Artesanato”, às 10h. A loja, localizada no Engenho do São João, em Itamaracá, vai vender produtos feitos por reeducandos do sistema prisional de Pernambuco. Na cidade, as atividades de agricultura e pecuária já são realizadas por detentos do regime semiaberto da Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ).

A loja funcionará de quinta a domingo, das 9h às 17h, o atendimento será feito por uma reeducanda da Colônia Feminina de Abreu e Lima. Estarão presentes na abertura da loja, o secretário-executivo de Ressocialização, Cícero Rodrigues, o gerente de Projetos e Convênios/Seres, Walfrido Uchoa, também responsável pelo Engenho do São João, gerentes da Seres e convidados. São mais de 50 tipos de trabalhos artesanais. Produzidos por detentos de cinco presídios do Estado, os trabalhos estarão expostos para o público em geral e a instituições interessadas.

"Os detentos têm acesso à atividade produtiva, melhor saída para a ressocialização, salário para ajudar a família, convívio social e prestam uma importante contribuição ao patrimônio histórico do Estado", disse o secretário Cícero Rodrigues.

Leia também:
Ex-presidiário é preso com espadas ninjas após furtar casa de veraneio em Itamaracá
Emprego formal tem saldo negativo em março em Pernambuco

A reforma na loja seguiu uma ideia de preservação arquitetônica, pelo fato do Engenho São João levar em sua história o local de nascimento do abolicionista João Alfredo. Entre as atividades produzidas no Engenho São João estão a plantação da macaxeira, banana, graviola, maracujá, ervas medicinais, a criação de porcos, camarão e tilápias. Todas essas funções são exercidas por reeducandos, que em troca recebem um salário mínimo, e destinam 25% ao pecúlio (reserva de dinheiro) a ser liberado após a liberdade.

Veja também

Saber lidar com as emoções nos momentos de pressão ajuda a manter bom rendimento
Vida Plena

Saber lidar com as emoções nos momentos de pressão ajuda a manter bom rendimento

Estados poderão vacinar nesta segunda, diz Pazuello em cerimônia de distribuição da Coronavac
Vacinação

Estados poderão vacinar nesta segunda, diz Pazuello em cerimônia de distribuição da Coronavac