Luciano Huck é processado por danos morais

O caso corre na 41ª Vara Cível do Rio de Janeiro

Luciano HuckLuciano Huck - Foto: Divulgação

O apresentador Luciano Huck está sendo processado por herdeiros de um coordenador de uma faculdade, já falecido. Eles estão pedindo, judicialmente, R$ 150 mil por danos morais da TV Globo e do empresário. O caso corre na 41ª Vara Cível do Rio de Janeiro.

O coordenador estava saindo de um exame médico para a Praça Saens Peña, na Barra da Tijuca, quando foi abordado por um ator do programa de Luciano, que, em encenação, pediu sua camisa dizendo que estava precisando de uma, pois estaria a caminho de uma entrevista e tinha sujado a sua de tinta.

Mesmo sem sua autorização, a imagem do homem “gordo, baixo, careca e barrigudo”, segundo definiu sua própria defesa, foi exibida durante o programa Caldeirão do Huck, o que virou motivo de piada entre seus conhecidos.

Veja também

Ministério faz confusão com voos, deixa autoridades esperando nos aeroportos e atrasa vacinação
Vacina

Ministério faz confusão com voos, deixa autoridades esperando nos aeroportos e atrasa vacinação

STF rebate Bolsonaro e afirma que não proibiu governo federal de atuar contra pandemia
Justiça

STF afirma que não proibiu governo federal de atuar contra pandemia