América do Sul

Lula diz torcer para que Venezuela volte à normalidade e para que EUA retirem sanções

Presidente também disse esperar que no Chile se possa discutir a integração da América do Sul

Presidente Lula falou sobre eleições na VenezuelaPresidente Lula falou sobre eleições na Venezuela - Foto: Ricardo Stuckert / PR

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta terça-feira, 23, torcer para que a Venezuela volte à normalidade e que os Estados Unidos retirem as sanções contra o país sul-americano. Ele disse que, caso seja convidado, o Brasil participará como observador das eleições presidenciais venezuelanas.

"Quem ganhou, toma posse e governa", declarou Lula, durante café com jornalistas, ao dizer que a perspectiva é que tudo volte à normalidade após o processo eleitoral.

Lula já chegou a criticar o fato de uma candidata da oposição ao presidente Nicolás Maduro ter sido impedida de se credenciar para concorrer à presidência da Venezuela. 

Nesta terça, o presidente do Brasil também disse esperar que no Chile se possa discutir a integração da América do Sul, inclusive política.

De acordo com Lula, o chanceler brasileiro, Mauro Vieira, recebeu uma carta do presidente da Argentina, Javier Milei. Mas o petista disse que ainda não viu o documento.

Veja também

Em Kiev, ucranianos adotam "modo de vida normal" e evitam falar da guerra
mundo

Em Kiev, ucranianos adotam "modo de vida normal" e evitam falar da guerra

Algo estranho acontece com lobos infectados por um infame parasita que altera a mente
ciência

Algo estranho acontece com lobos infectados por um infame parasita que altera a mente

Newsletter