Macacos recebem jujubas terapêuticas para tratamento de verme

Última dose dos medicamentos será ofertada nesta sexta-feira (9) no Parque Estadual de Dois Irmãos

Jujubas ofertadas aos primatas têm sabor laranjaJujubas ofertadas aos primatas têm sabor laranja - Foto: Divulgação/Semas-PE

Remédios para macacos em forma de jujubas de sabor laranja são uma inovação do Parque Estadual de Dois Irmãos para o tratamento de verminoses e outros parasitas. As guloseimas terapêuticas foram criadas em uma parceria com uma farmácia de manipulação local e pretendem melhorar a absolvição dos remédios para proteger os macacos-pregos (Sapajus libidinosus) e os macacos-prego-galegos (Sapajus flavius). 

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas-PE) realiza a oferta da última dosagem para os macacos nesta sexta-feira (9), a partir das 9h. Durante o período chuvoso os primatas também receberam suplementos de vitamina C em forma de pastilhas para aumentar a imunidade. 
Leia também:
Mulher é condenada a três anos de prisão por 'assédio sexual' a macaco
Área de Mata Atlântica do Parque Estadual Dois Irmãos é triplicada

As jujubas ficaram prontas em 15 dias e foram feitas nos laboratórios da farmácia, que trabalha há cinco anos desenvolvendo produtos e remédios para animais domésticos e silvestres. O corpo técnico do Parque avalia o uso das jujubas terapêuticas com outros animais, como quatis e guaxinins.
Segundo o veterinário do Parque Márcio Silva, os primatas são animais com senso de paladar, inteligência e grande capacidade de manipulação. Por isso, quando notam a presença de remédio na alimentação, muitas vezes retiram a parte com a medicação ou até mesmo lavam os alimentos para remover o produto. Isso gerava grande desperdício e pouca efetividade no controle de enfermidades dos bichos.
Apesar de não apresentarem sinais clínicos das doenças, os primatas receberam as jujubas para ajudar no controle. O macaco-prego-galego inclusive está ameaçado de extinção e, por isso, é fundamental redobrar o cuidado no controle de parasitas. O Parque de Dois Irmãos conta atualmente com 450 animais, entre mamíferos, aves e répteis.

Veja também

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil
Coronavírus

Aumento de indicadores da Covid-19 leva Jaboatão a suspender retorno de aulas para educação infantil

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças
EUA

Pela última vez, Trump perdoa peru pelo Dia de Ação de Graças