DECISÃO

Macedônia do Norte aprova novo governo de centro-direita após as eleições de maio

Um total de 77 legisladores na Câmara de 120 assentos votaram a favor do novo governo e 22 votaram contra; os 21 legisladores não compareceram à votação

Hristijan Mickoski garantiu a aprovação parlamentar para liderar um novo governo de coalizãoHristijan Mickoski garantiu a aprovação parlamentar para liderar um novo governo de coalizão - Foto: Reprodução/Facebook

Leia também

• Nova presidente da Macedônia do Norte se recusa a pronunciar nome completo do país

• Itália perde para Macedônia do Norte e está fora da Copa do Mundo

O líder de centro-direita da Macedônia do Norte, Hristijan Mickoski, garantiu a aprovação parlamentar para liderar um novo governo de coalizão em uma votação na noite deste domingo, 23. Mickoski, de 46 anos, busca consumar a entrada do pequeno país balcânico na União Europeia.

Ao mesmo tempo, a tendência nacionalista do seu partido VMRO-DPMNE não favorece o bom relacionamento com os membros vizinhos do bloco, em forte contraste com o anterior governo de centro-esquerda que foi derrotado nas eleições nacionais de maio

Um total de 77 legisladores na Câmara de 120 assentos votaram a favor do novo governo e 22 votaram contra. Os 21 legisladores restantes estiveram ausentes durante a votação.

A coligação liderada por Mickoski, VMRO-DPMNE, obteve 43% dos votos em 8 de maio, conquistando 58 assentos - três a menos da maioria governamental.

Mickoski então fechou um acordo para formar um governo com um partido de etnia albanesa e um partido de esquerda, que juntos têm 20 assentos.

Mickoski, um antigo professor de engenharia, prometeu continuar os esforços dos seus antecessores de centro-esquerda para conduzir a Macedônia do Norte para a UE.

No entanto, o questionamento do VMRO-DPMNE sobre acordos importantes com as vizinhas Bulgária e Grécia poderá travar o projeto da UE, afirmam analistas.

Fonte: Associated Press

 

Veja também

Aliança de esquerda anuncia candidato para presidir a câmara baixa do Parlamento francês, mas não de
Fança

Aliança de esquerda anuncia candidato para presidir a câmara baixa do Parlamento francês, mas não de

Equilíbrio da microbiota intestinal ajuda a manter a saúde em dia
intestino

Equilíbrio da microbiota intestinal ajuda a manter a saúde em dia

Newsletter