Coronavírus

Madri proíbe bares e reuniões na madrugada para conter nova onda de coronavírus

A partir de sábado (24), bares e restaurantes só poderão aceitar clientes até as 23h

Coronavírus na EspanhaCoronavírus na Espanha - Foto: JAIME REINA / AFP

Autoridades de Madri anunciaram nesta sexta-feira (23) novas regras para conter o repique de casos de coronavírus na capital. A partir de sábado (24), bares e restaurantes só poderão aceitar clientes até as 23h, e reuniões entre pessoas que não morem juntas estarão proibidas entre 0h e 6h.

Com as medidas, a cidade busca conter as atividades sociais, principalmente as noturnas e envolvendo jovens -focos de novos contágios pela Covid-19, de acordo com autoridades de saúde regionais.

O anúncio foi feito poucas horas antes do fim de uma outra medida decretada duas semanas atrás pelo governo central, que impunha o fechamento do perímetro da capital espanhola e dos seus arredores. O decreto se encerra neste sábado.

A Espanha, que foi um dos países mais atingidos pela primeira fase de infecções pelo novo coronavírus na Europa, enfrenta agora uma segunda alta nos casos. Na quinta (22), bateu recorde de registro de casos diários, com 20.986 novas infecções.

O país é o sexto colocado no ranking de nações com mais casos da doença, registrando, até esta sexta (23), pouco mais de 1 milhão de infectados, com 34.500 mortes confirmadas.

O premiê, Pedro Sánchez, porém, disse que o número verdadeiro de infecções pode ser muito maior, em torno de 3 milhões, já que o país não consegue testar todos os casos suspeitos.

Ele reafirmou que, por ora, prefere evitar o retorno ao "lockdown" completo.

Veja também

Mundo registra maior número de mortes por Covid-19 em um único dia
Coronavírus

Mundo registra maior número de mortes por Covid-19 em um único dia

STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa
justiça

STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa