Mãe de crianças encontradas em prévia disse que teve "apagão" após uso de álcool e remédio

Além da mãe, o pai também irá responder por abandono. Crianças vão continuar sendo abrigadas em uma creche municipal

Delegado Ademir de OliveiraDelegado Ademir de Oliveira - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Os pais das duas meninas - um bebê de 1 ano e uma criança de 3 anos - que foram encontradas sozinhas no último domingo (5), em uma prévia carnavalesca no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte do Recife, foram localizados pela Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira (8). Segundo o delegado Ademir de Oliveira, que comanda as investigações, os pais informaram que têm problema sociais decorrentes do consumo excessivo de álcool e recebem atendimento em uma unidade do Centro de Atenção Psicossocial (Caps). No dia em que as crianças foram deixadas no local, a mulher informou que havia tomado remédio controlado e ingerido bebida alcoólica.

>> Leia mais: Polícia procura familiares de crianças encontradas em Carnaval de Casa Amarela

"A mulher, que tem 41 anos, informou que estava com as crianças e disse que não lembrava de nada porque havia bebido e tomado remédio de tarja preta", revelou Ademir de Oliveira. Tanto a mãe quanto o pai foram encontrados no bairro do Vasco da Gama, onde moram, também na Zona Norte da capital pernambucana. Eles foram levados para o Departamento de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA), onde prestam depoimento. Ainda segundo o delegado, eles vivem em uma situação de extrema pobreza.

"Eles vivem em uma situação de pobreza, mas o problema mesmo é que deixaram as crianças em circunstância de vulnerabilidade. Ainda bem que uma pessoa bem intencionada fez o resgate das crianças e acionou o Conselho Tutelar", comentou Ademir de Oliveira, que investiga se pai das meninas estava na hora que elas foram deixadas no local. "Eles vivem fazendo biscates. O pai, de 30 anos, informou que estava trabalhando dando apoio a um trio elétrico", completou.

Além das duas crianças, o casal tem ainda outro filho. A mulher, no entanto, tem duas filhas de um relacionamento anterior. O delegado instaurou um inquérito policial contra os pais pelo crime de abandono. As crianças vão continuar sendo acolhidas em uma abrigo da Prefeitura do Recife até que a juíza da 1ª Vara da Infância e da Juventude decida com quem as crianças vão ficar. 

Veja também

Aos 111 anos, pernambucana tira identidade pela primeira vez
Histórico

Aos 111 anos, pernambucana tira identidade pela primeira vez

Vacinas da Índia devem chegar ao Rio de Janeiro no fim da tarde desta sexta-feira (22)
Coronavírus

Vacinas da Índia devem chegar ao Rio de Janeiro no fim da tarde desta sexta-feira (22)