Mãe de Thiago Faria fala pela primeira vez; Veja vídeo

Visivelmente abalada, Maria do Carmo Soares,71, pediu apoio a mães de todo o País. Ela espera Justiça

Câmara Municipal do RecifeCâmara Municipal do Recife - Foto: wikipedia

No dia em que precisou encarar pela primeira vez os acusados do assassinato do filho, a aposentada Maria do Carmo Faria Soares, 71 anos, levou toda a coragem que conseguiu juntar no peito e um terço branco nas mãos. Inicialmente não quis falar com a imprensa, como vinha fazendo desde que o filho foi assassinado. Após uma conversa com representantes do Ministério Público, entretanto, mudou de ideia. Resolveu pedir justiça, agradecer ao órgão do qual o filho fa­­­zia parte pela atenção ao lon­­­­­­­­go dos últimos três anos e dizer que traz com ela a força de todas as mulheres que são mães.

“Estou aqui hoje exclusiva­­­mente para pedir justiça aos homens pela morte trágica do meu filho Thiago. Espero que a justiça seja feita, porque a Justiça divina não falha. E eu queria avisar a todas as mães dos Brasil, que tenho certeza que elas estão comigo neste momento, porque perder um filho do jeito que perdi não é brincadeira. É uma coisa que acaba com o coração e com a vida da gente”, desabafou.

Ela acrescentou que, após todo o silêncio, se sentiu na obrigação de dar uma satisfação e explicar o que estava fazendo ali. Terminou a declaração um pouco trêmula, emocionada. Desejou um bom dia de trabalho a todos e seguiu para uma das primeiras fileiras da sala onde o júri é realizado, no décimo andar do prédio da Justiça Federal. Veja abaixo o vídeo da entrevista.

Com a demora para o início do julgamento, andava de um lado para o outro com o terço nas mãos, postas em sinal de oração, e olhos fechados. Acompanhou ao lado do advogado e de representantes do Ministério Público o momento que, um pouco depois, disse ter sido o mais difícil: quando os policiais federais entraram trazendo os réus.

Quando achava necessário, baixava a cabeça. Sabe que não precisa presenciar tudo, que pode se preservar, mas demonstrava força. À tarde, ganhou o reforço do filho, Daniel Faria, que acompanhou junto com ela as ouvidas do primeiro dia de julgamento.

 

Veja também

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021
carnaval

Rio não terá desfile de blocos de rua no carnaval de 2021

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França, informa Itamaraty
internacional

Brasileira está entre as vítimas de atentado na França