rio de janeiro

Mãe que foi resgatada de enxurrada com as filhas agradece jovem que as tirou de carro

As três foram retiradas de um carro, que era arrastado pela força da água em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense

Mãe de bebês resgatadas de enxurrada agradece jovem que as tirou de carro em Nova IguaçuMãe de bebês resgatadas de enxurrada agradece jovem que as tirou de carro em Nova Iguaçu - Foto: Reprodução

A mãe que ficou presa com suas duas filhas em uma enxurrada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, na noite de ontem, usou as redes sociais para agradecer o resgate. Berlandia Mendes e as crianças, Brenda e Beatriz, de um ano, foram tiradas de um carro, que era arrastado pela força da água. Marcos Vinicius de Souza Vasconcelos, de 20 anos, foi o responsável por salvá-las.

“Agradecemos a sua coragem. Você foi um enviado de Deus”, disse Berlandia em uma postagem nas redes sociais.

"Só queria salvar a vida deles"
“Não pensei em nada, só queria salvar a vida deles”. A frase é do auxiliar de logística Marcos Vinicius após retirar as três do veículo. Ele voltava do trabalho no ônibus da empresa e passava por Jardim Alvorada, em Nova Iguaçu, quando se deparou com as ruas estavam alagadas em razão do temporal.

Carros eram arrastados pelas água. Em um dos veículos, estava a família. Ele saltou do coletivo e conseguiu retirá-las do veículo, momentos antes de o carro ser levado pela correnteza. Todo o resgate foi gravado por outros passageiros e durou cerca de cinco minutos.

"O ônibus da empresa mudou a rota porque para onde íamos estava cheio de água. Seguiu pelo bairro da Alvorada e enguiçou. O carro dessa mulher estava na frente, sendo levado pela água. Vi a mulher gritando que estava com criança dentro do carro. A gente foi para porta e a ajudou" contou Marcos.

Veja também

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono
Política

Lembra quando Bolsonaro era o fascista?', questiona filho de John Lennon, Sean Ono

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava
Bonobos

Estudo indica que bonobos são mais agressivos do que se pensava

Newsletter