Magrão pede apoio da torcida em fase final do Brasileirão

Goleiro ainda elogiou a efetivação de Daniel Paulista como técnico do clube

Banda CatedralBanda Catedral - Foto: Reprodução/Divulgação

Um ponto e uma posição separam o Sport, 16º colocado da Série A do Campeonato Brasileiro, do Internacional, o 17º e primeiro integrante da zona de rebaixamento. Nada mais comum, então, do que ver os atletas do Sport solicitando o apoio da torcida nesta reta final do torneio. Mas o pedido não veio de qualquer um. Com a experiência de ter vivido altos e baixos no Leão, o goleiro Magrão ressaltou a necessidade de os rubro-negros apoiarem o clube para que o ano de 2016 não termine com uma queda de divisão.

"A gente precisa desse apoio. Eu me considero uma criança que fez uma besteira e a mãe briga, mas depois ajuda o filho a se levantar, na educação. Sei que o torcedor ficou chateado com a nossa equipe esse ano. Mas nesse momento o apoio dele é fundamental para que a gente consiga as vitórias e saia dessa situação", afirmou.

O treinador também saiu em defesa de Daniel Paulista, interino que foi efetivado nesta última quinta (13) como o novo treinador do Sport para a reta final do Brasileirão.

"A minha opinião foi que um treinador de fora teria que conhecer melhor os jogadores e isso iria demorar um tempo. No momento que a gente está tem que ser ‘para hoje’. Não temos tempo para adaptação. Daniel já conhece o clube, os jogadores. Até os que chegaram há menos tempo ele sabe as características", pontuou. "A torcida pode esperar um cara muito determinado. Foi assim como jogador, um cara que procurou vencer e é muito trabalhador. Fez por onde estar aqui", completou.

Veja também

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção
Aborto

Em ofensiva contra aborto, governo estabelece em diretriz o direito à vida desde a concepção

Suspeito de matar ator de 'Chiquititas' e os pais dele fez documento falso no Paraná, diz polícia
Crime

Suspeito de matar ator de 'Chiquititas' e os pais dele fez documento falso no Paraná, diz polícia