Solstício

Mais chuva e mais calor: como deve ser o verão em Pernambuco

Estação começa nesta quarta-feira (21), às 18h48

Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Começa, às 18h48 desta quarta-feira (21), o verão no Hemisfério Sul. A estação deve seguir até 18h25 de 20 de março de 2023, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Em Pernambuco, a estação deve ter mais chuva e mais calor, segundo o prognóstico do instituto.

O Inmet alerta que o predomínio das chuvas acima da climatologia histórica é associado aos impactos do La Niña e "ao padrão de águas ligeiramente mais aquecidas próximas à costa nordestina".  

A temperatura do ar deve predominar próxima e acima da média histórica em grande parte da região nos próximos meses, exceto no norte dos estados do Maranhão, Piauí e Ceará.

"Essa data coincide com o exato momento em que os raios solares estão perpendiculares ao Trópico de Capricórnio. Esse período é quando o Brasil recebe maior insolação, por isso as temperaturas são maiores", explica o meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Roni Guedes.

O período reflete o aumento da temperatura em todo o País em função da posição relativa da Terra em relação ao Sol mais ao sul, tornando os dias mais longos que as noites.

Em Pernambuco
A previsão para os primeiros três meses de 2023 para Pernambuco indica o período chuvoso histórico do Sertão. 

"A perspectiva do primeiro trimestre para o Sertão é que chova acima de 300 mm, o que representa metade da chuva que ocorre durante o ano apenas em três meses. As temperaturas devem passar dos 37ºC na região", completa Roni Guedes.

Já para o Litoral, apesar de também chover quase o mesmo tanto que o Sertão, não é o período chuvoso natural. "Os três primeiros meses correspondem a apenas 21% da chuva prevista para todo o ano, pois a principal chuva ocorre no meio do ano. O verão é o período que é mais quente para o Litoral, as temperaturas devem passar os 32ºC", finaliza o meteorologista da Apac.
 

Veja também

Menina de sete anos é baleada no Rio de Janeiro enquanto caminhava com padastro
BRASIL

Menina de sete anos é baleada no Rio de Janeiro enquanto caminhava com padastro

Polícia Federal combate empresas clandestinas de segurança privada
segurança

Polícia Federal combate empresas clandestinas de segurança privada

Newsletter