Mais cinco pessoas são presas por receptação de fios de cobre

A autuação ocorreu após fiscalização da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e do Procon-PE a oito ferros-velho

Fios de cobre apreendidos após fiscalização em ferros-velhos em OlindaFios de cobre apreendidos após fiscalização em ferros-velhos em Olinda - Foto: Ray Evllyn/Divulgação SJDH

Cinco pessoas foram presas em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, suspeitas de receptação de fios de cobre roubados. A autuação ocorreu após fiscalização da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e do Procon-PE a oito ferros-velhos nos bairros de Peixinhos, Ouro Preto, Jardim Brasil, Guadalupe e Fragoso, todos na cidade de Olinda, nesta quinta-feira (19). Na última terça (17), outras cinco pessoas foram presas após fiscalizações nos bairros de Afogados e São José, no Recife. Na ação, foram apreendidos 35 quilos de fios.

Nesta quinta, 14 quilos de fios de cobre foram apreendidos em um dos estabelecimentos. Duas equipes formadas por representantes do Procon-PE, Polícias Civil e Militar, Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), Corpo de Bombeiros, Celpe e empresas de telefonia atuantes no Estado participaram simultaneamente da operação, que teve início às 6h.

Todas as pessoas autuadas foram encaminhadas às delegacias do Varadouro e de Peixinhos. De acordo com o delegado do Varadouro, Vinícius Oliveira, se condenados pelo crime de receptação dolosa qualificada, os três homens e as duas mulheres poderão pegar até oito anos de prisão.

A ação foi articulada após a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) denunciar à SJDH e ao Procon-PE que recebeu quase 1400 queixas de usuários prejudicados em Pernambuco pela falha na prestação dos serviços. Ainda de acordo com a Anatel, as equipes de inteligência das operadoras apuraram que a dificuldade no atendimento é oriunda da prática criminosa.

Veja também

Professor prende pé de aluno em cadeira com fita adesiva em escola pública no Espírito Santo
MÁ CONDUTA

Professor prende pé de aluno em cadeira com fita adesiva em escola pública no Espírito Santo

Covid-19: casos sobem para 17,7 milhões e mortes, para 496 mil
Coronavírus

Covid-19: casos sobem para 17,7 milhões e mortes, para 496 mil