Mais de 3 milhões de candidatos já consultaram local de prova do Enem

Provas serão nos dias 5 e 12 de novembro

Enem 2017Enem 2017 - Foto: Mandy Oliver/ Folha de Pernambuco

Mais de 3 milhões de candidatos já consultaram o local onde farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O cartão de confirmação da inscrição, que contém a informação sobre o local da prova, foi disponibilizado na última sexta-feira (20).

O número representa cerca de 45% do total de 6,73 milhões inscrições confirmadas no Enem. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a Paraíba é o estado com o maior percentual de estudantes que consultaram o local de prova: 57%. No Ceará, 55% dos participantes já consultaram o cartão e, em Pernambuco e no Rio Grande do Norte, 53%. O Amazonas tem o menor número de acessos: 30%

O acesso ao cartão pode ser feito na Página do Participante e também no aplicativo do Enem para celular. Além do local de prova, o documento também informa o número de inscrição, a data e hora das provas, a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos ou especializados, caso tenham sido solicitados.

O Inep recomenda que, após conhecer o lugar onde fará a prova, os candidatos façam o trajeto antes do dia do Enem e verifiquem a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar, para evitar atrasos no dia da aplicação.

Leia também;
Enem: um olhar mais contemporâneo
Enem terá detectores de metal em todos os banheiros
Redação do Enem que desrespeitar direitos humanos pode receber nota zero
Nota do Enem é aceita para ingresso em 27 universidades de Portugal
 
O Enem será realizado em dois domingos: em 5 de novembro, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos, redação e ciências humanas e, no dia 12 de novembro, as de ciências da natureza e matemática. O exame será aplicado em 1.724 municípios, para 6.731.203 inscritos

Veja também

Impactos do megavazamento de dados podem durar anos, diz especialista
Proteção de dados

Impactos do megavazamento de dados podem durar anos, diz especialista

Boeing 737 MAX volta a ser autorizado a voar na Europa
ACIDENTE

Boeing 737 MAX volta a ser autorizado a voar na Europa