Vulcão

Mais de 80% da população de Tonga foi afetada pela erupção de vulcão e tsunami

Além das três mortes registradas até agora, "também foram relatados feridos", continuou o porta-voz sem especificar o número

Esta imagem de satélite disponibilizada pelo 2022 Planet Labs PBC mostra uma foto da cidade de Kanokupolu na ilha de Tongatapu, a principal ilha de Tonga, em 14 de janeiro de 2022, um dia antes da erupção da vizinha Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai Esta imagem de satélite disponibilizada pelo 2022 Planet Labs PBC mostra uma foto da cidade de Kanokupolu na ilha de Tongatapu, a principal ilha de Tonga, em 14 de janeiro de 2022, um dia antes da erupção da vizinha Hunga-Tonga-Hunga-Ha'apai  - Foto: Handout / 2022 Planet Labs PBC. / AFP

Cerca de 84.000 pessoas, mais de 80% da população das ilhas Tonga, foram afetadas pela erupção do vulcão Tonga-Hunga Ha'apai e pelo tsunami subsequente, informou a ONU nesta quarta-feira (19), acrescentando que as evacuações das ilhas estavam em andamento.

"Aparentemente, todas as casas foram destruídas na ilha de Mango e apenas duas casas permanecem na ilha de Fonoifua", enquanto "danos significativos foram relatados em Nomuka", declarou o porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric, em Nova York.

"A evacuação de pessoas dessas ilhas está em andamento", acrescentou.

Além das três mortes registradas até agora, "também foram relatados feridos", continuou o porta-voz sem especificar o número.

Entre as necessidades humanitárias mais urgentes estão água potável e alimentos, além da restauração das conexões de telefone e internet, especificou Dujarric.

"Os esforços de socorro foram intensificados, mas é difícil chegar a áreas remotas para avaliar as necessidades das pessoas e prestar assistência", completou Dujarric, referindo-se aos "desafios logísticos" e ao problema dos protocolos anticovid muito rígidos em Tonga, que podem complicar o envio de pessoal humanitário.

A ONU tem 23 funcionários no local, todos mobilizados para ajudar as vítimas da erupção do vulcão e do tsunami.

 

Veja também

Casa real britânica não divulgará relatório de "assédio" de Meghan Markle
Família real

Casa real britânica não divulgará relatório de "assédio" de Meghan Markle

YouTube tira do ar o canal da Assembleia Legislativa de SP após vídeo negacionista sobre Covid
Negacionismo

YouTube tira do ar o canal da Assembleia Legislativa de SP após vídeo negacionista sobre Covid