Pernambuco

Mais de 90 soldados reforçam o Corpo de Bombeiros para atender emergências provocadas pelas chuvas

Equipes receberam mais de 43 mil chamadas foram feitas para serviço de emergência da sexta (27) para o sábado (28)

Corpo de Bombeiros de Pernambuco recebe reforço de 92 soldadosCorpo de Bombeiros de Pernambuco recebe reforço de 92 soldados - Foto: Divulgação

Reforço no efetivo do Corpo de Bombeiros já está nas ruas. Os 92 soldados nomeados neste sábado (28) pelo governador Paulo Câmara  estão integrando a equipe. A nomeação foi atencipada pela gestão estadual para atender emergências provocadas pelas chuvas no Estado

Na manhã deste domingo (29), o secretário Humberto Freire esteve no Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE), na formação e lançamento das novas equipes. 

“Estamos com esse reforço de efetivo de praças, nomeados no sábado e já na manhã deste domingo estão prestando atendimento nas áreas de enchente e deslizamentos da região metropolitana. A prioridade é encontrar desaparecidos e resgatar, por meio de aeronaves e botes, pessoas ilhadas. Os trabalhos não pararam durante toda a noite e também estamos levando nosso reconhecimento e agradecimento por essa dedicação de todos os que fazem o Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco”, disse Freire.

 

Logo após o lançamento, Freire iniciou à reunião de monitoramento das ações do Centro de Comando e Controle Regional, onde estão reunidos comandantes e representantes de forças e órgãos envolvidos na operação. A operação vai coordenar as atividades necessárias para atender a população atingida pelas chuvas. 

Do meio-dia da última sexta-feira (27) até as 17h do sábado (28), mais de 43 mil chamadas foram feitas para o 193, serviço de emergência do CBMPE.

Veja também

Polícia prende suspeito de peculato e lavagem de dinheiro no Interior de Pernambuco
Operação Campônio

Polícia prende suspeito de peculato e lavagem de dinheiro no Interior de Pernambuco

Abaixo o obscurantismo:  Resgate-se a memória de Rouanet
Opinião

Abaixo o obscurantismo:  Resgate-se a memória de Rouanet