PAULISTA

Mais de dois meses após desabamento de prédio no Janga, jovem de 15 anos recebe alta do HR

Adolescente perdeu a mãe e dois irmãos na tragédia. Eles foram achados mortos abraçados em cama

Corpo de Bombeiros nas buscas pelas vítimas do desabamento no JangaCorpo de Bombeiros nas buscas pelas vítimas do desabamento no Janga - Foto: Júnior Soares / Folha de Pernambuco

Recebeu alta do Hospital da Restauração (HR) a adolescente Evelyn Tainá Neves, de 15 anos, uma das sobreviventes do desabamento do bloco D7 do Conjunto Beira-Mar, no Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR). A queda do edifício aconteceu há quase dois meses e meio, em 7 de julho, e a jovem estava internada desde então.

De acordo com informações repassadas nesta terça-feira (19) pela assessoria de imprensa do hospital localizado no bairro do Derby, área central do Recife, a alta de Evelyn Tainá aconteceu na segunda-feira (18).

A jovem, que foi admitida no HR na noite do dia 7 de julho após ser transferida do Hospital Miguel Arraes (HMA), em Paulista, passou por vários procedimentos cirúrgicos durante o período em que esteve internada. 

As cirurgias foram feitas para tratar as lesões por esmagamento na perna que ela sofreu. "[Ela] foi acompanhada por especialistas de diversas áreas", disse a assessoria do HR.

Evelyn perdeu a mãe e dois irmãos no desabamento do bloco D7. A mãe dela, Marcela Neves dos Santos, e os irmãos Wallace, de 10 anos, e Maria Flor, de 6, foram achados abraçados sem vida numa cama de casal entre os destroços da estrutura. A adolescente foi resgatada viva dos escombros após 10 horas de buscas.

O desabamento do prédio do Conjunto Beira-Mar deixou 14 mortos e sete feridos. Os trabalhos de resgate duraram 35 horas.

Veja também

Meningite: conheça as causas, os sintomas e as formas de evitar a doença
Prevenção

Meningite: conheça as causas, os sintomas e as formas de evitar a doença

TikTok: app vai ser banido nos EUA? Entenda o que acontece agora com a rede social
Rede Social

TikTok: app vai ser banido nos EUA? Entenda o que acontece agora com a rede social

Newsletter