Havana

Mais quatro corpos são retirados de hotel destruído em Havana

Até a noite de domingo, o ministério da Saúde Pública contabilizava 85 vítimas, incluindo 31 falecidos, 24 internados e 30 que já receberam alta. 

Os primeiros quatro andares do hotel de luxo foram destruídos na explosãoOs primeiros quatro andares do hotel de luxo foram destruídos na explosão - Foto: Yamil Lage / AFP

Bombeiros e equipes de resgate extraíram mais quatro corpos dos escombros do hotel em Havana que explodiu há três dias devido a um vazamento de gás, elevando o número de vítimas fatais para 35.

"À noite (e de madrugada) apareceram mais três pessoas mortas. As equipes trabalharam ininterruptamente durante toda a manhã. Agora, há alguns minutos, outra vítima foi encontrada", informou na televisão estatal o coronel Luis Carlos Guzmán, chefe do Corpo de Bombeiros.

Na sexta-feira (7), o luxuoso hotel Saratoga, localizado em Havana Velha, explodiu no final da manhã, no momento em que estava sendo abastecido com gás.

Até a noite de domingo, o ministério da Saúde Pública contabilizava 85 vítimas, incluindo 31 falecidos, 24 internados e 30 que já receberam alta

O emblemático hotel cinco estrelas estava fechado há dois anos devido à pandemia de coronavírus e preparava-se para reabrir ao público nesta terça-feira (10).

Seus primeiros quatro andares foram destruídos na explosão.

Agora, os trabalhos de resgate se concentram no subsolo, de difícil e perigoso acesso. 

"É uma etapa muito perigosa devido à concentração de escombros e ao perigo de desabamento. Até o momento não tivemos nenhum acidente envolvendo as forças que participam desta atividade", explicou Guzmán. 

Segundo o ministério do Turismo, no momento da explosão, 51 trabalhadores estavam no interior do hotel.

Um relatório da agência estatal cubana de notícias (ACN) indicou que os corpos localizados esta manhã correspondiam a de funcionários do estabelecimento.

"De acordo com parentes dos desaparecidos, estima-se que ainda há cerca de 12 ou 13 pessoas presas nos escombros", acrescentou a ACN.

A imprensa local destaca o trabalho incansável dos bombeiros e socorristas da Cruz Vermelha, que no domingo comemoraram seu dia.

"Parabéns aos membros da #CruzVermelha e toda a nossa gratidão pelo trabalho sensível e muito necessário que realizam. Obrigado por sua dedicação, por sua vigilância", escreveu o presidente Miguel Díaz-Canel no Twitter.

O Saratoga, um luxuoso edifício neoclássico construído em 1880, foi remodelado como hotel em 1933 e reaberto em 2005. 

Como um dos hotéis mais populares de Havana, já recebeu várias personalidades como Beyoncé e Jay Z, que comemoraram um aniversário em 2013, bem como Madonna e sua filha Lourdes e Mick Jagger, o lendário membro dos Rolling Stones.

Veja também

Padre Cícero: entre a santidade e a política aos 90 anos de morte
religião

Padre Cícero: entre a santidade e a política aos 90 anos de morte

Ortega comemora com música e dança o 45º aniversário da revolução sandinista na Nicarágua
Nicarágua

Ortega comemora com música e dança o 45º aniversário da revolução sandinista na Nicarágua

Newsletter