Notícias

Mais um trecho da Via Metropolitana garantido

Ministro das Cidades, Bruno Araújo, assina autorização para início do primeiro trecho da segunda etapa das obras da Via Metropolitana Norte

InformáticaInformática - Foto: Reprodução/Internet

Prevista, inicialmente, para ser concluída em março deste ano, a Via Metropolitana Norte (VMN) terá obras do primeiro trecho da segunda etapa iniciadas nesta terça-feira. O sistema viário orçado em R$ 123 milhões, que pretende desafogar o trânsito caótico entre Olinda e Paulista, ambas na Região Metropolitana do Recife, terá autorização para início de objeto (AIO) assinada pelos ministro das Cidades, o pernambucano Bruno Araújo, amanhã, no Palácio do Governo, no bairro de Santo Antônio, Zona Central do Recife, às 11h.

A nova etapa, que recebe recursos da ordem de quase R$ 23 milhões do Governo Federal, prevê duas grandes construções: um viaduto sobre o Terminal Integrado da PE-15, em Ouro Preto, e a extensão de vias marginais do canal do Fragoso. Do último, as obras contemplarão 1,4 quilômetro do trecho já alargado. De acordo com o projeto completo, 2,3 quilômetros do canal serão alargados e revestidos.

A VMN é uma espécie de integração entre as PE-01, no limite entre Olinda e Paulista e a PE-15. Terá a função de desafogar o trânsito e beneficiará diretamente cerca de 70 mil motoristas e usuários e de ônibus por dia. A autorização a ser assinada amanhã beneficiará os veículos que desejam chegar ao Recife partindo dos bairros de Maria Farinha, Pau Amarelo e Janga, no Paulista, e Rio Doce e Jardim Atlântico em Olinda. Eles não precisarão utilizar a Estrada dos Bultrins ou o Largo do Varadouro, comumente congestionados e alvo de reclamação de quem usa a via. Ainda em Olinda, reflexos positivos devem ser sentidos na circulação de veículos da avenida Getúlio Vargas, que cruza o Bairro Novo, próximo à orla, de acordo com o próprio Ministério das Cidades.

Para o secretário de obras de Olinda, Manoel Sátiro, a VMN é a obra estruturadora mais importante da cidade. “Nenhuma obra tem hoje mais relevância. Porque ela vai resolver o problema do trânsito, da mobilidade, mas também vai acabar com os alagamentos que vemos hoje. Antes, com um pulo você conseguia atravessar alguns trechos do canal do Fragoso. E ele está sendo alargado, em alguns pontos, em até 45 metros. É uma obra esperada há muitos anos”, avaliou.

Veja também

Morre Eliseu Neto, ativista liderou ação que criminalizou homofobia
LUTO

Morre Eliseu Neto, ativista liderou ação que criminalizou homofobia

Jaboatão disponibiliza tratamento para esporotricose em gatos através do CVA
Folha Pet

Jaboatão disponibiliza tratamento para esporotricose em gatos através do CVA

Newsletter