Mundo

Manifestante pró-democracia é morto a tiros no Sudão

Caso eleva para 72 o número de manifestantes mortos no país

Caso eleva para 72 o número de manifestantes mortosCaso eleva para 72 o número de manifestantes mortos - Foto: AFP

Um manifestante foi morto a tiros nesta quarta-feira (19) em Omdurman, um subúrbio do noroeste de Cartum, onde opositores do regime militar sudanês ergueram barricadas para denunciar a violência policial, disseram fontes médicas. 

Este caso eleva para 72 o número de manifestantes mortos no Sudão desde o golpe do chefe do Exército, general Abdel Fattah al-Burhan, em 25 de outubro. 

Na segunda-feira (17), na capital Cartum, a repressão aos protestos com gás lacrimogêneo e granadas de efeito moral, canhões de água e balas reais deixou sete mortos

A polícia garantiu naquele dia que não estava disparando munição real.

Veja também

Nicolelis anuncia polo inédito de neurotecnologia para reabilitação de pacientes em Milão
CIÊNCIA

Nicolelis anuncia polo inédito de neurotecnologia para reabilitação de pacientes em Milão

Rádio na Amazônia pode ser aliada no combate a desigualdades
comunicação

Rádio na Amazônia pode ser aliada no combate a desigualdades