Mapa culinário de Portugal

Pensei nisso quando estivemos recentemente, em Portugal. Um país adorável. Pela acolhida generosa de sua gente.

Mamma Mia! Lá Vamos Nós de NovoMamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo - Foto: Divulgação

 

Gilberto Freyre sonhou fazer “um mapa culinário do Brasil, fixando as principais especializações regionais da cozinha nacional” - em Mapa Culinário do Brasil, na revista “O Cruzeiro” (1951). Nesse mapa estariam necessariamente presentes, por exemplo, caldeirada de tambaqui do Amazonas, pato no tucupi do Pará, panelada do Acre, arroz de pequi goiano, tutu com feijão e torresmo mineiro, arroz Maria Isabel do Piauí, baião-de-dois do Ceará, carne de sol do Rio Grande do Norte, fritada de caranguejo da Paraíba, pitu de Pernambuco, sururu de Alagoas, vatapá da Bahia, moqueca capixaba, feijoada carioca, cuscuz paulista, barreado paranaense, churrasco do Rio Grande do Sul. E tantos mais. 

Pensei nisso quando estivemos recentemente, em Portugal. Um país adorável. Pela acolhida generosa de sua gente. Pela beleza diferente do lugar, com o sol nascendo na terra e se pondo no mar. Pela arquitetura com traços de história. Mas, sobretudo, por seus sabores tão especiais. Entradas como: fava-rica, ovos mexidos com farinheira, pataniscas de bacalhau, peixinhos da horta, santola recheada. Sopas para todos os gostos: de feijão verde, de feijão branco com bacalhau, de pedra, de poejos com ovos, caldo de pobre, caldo verde, canja de perdiz, tomatada. Açordas também: de alho e pimentos, de bacalhau com tomate, de marisco, de camarão. Migas de batata, de tomate, de aspargos, à alentejana. Mais arroz de cabidela, borrego assado, cabrito na brasa, chanfana de cordeiro, frango na púcara, galinha de tomatada, leitão recheado, mão de vaca guisada, perdiz de escabeche, perdiz estufada, pezinho de coentrada, sarrabulho, vitela assada no espeto. Além do bacalhau, claro, de muitas maneiras: albardado, assado, da consoada, à Assis, à Brás, à Gomes de Sá, à Lagareiro, à Margarida da Praça, à Zé do Pipo, roupa velha. Sem contar uma profusão de queijos, quase todos de ovelha ou cabra: Serra da Estrela, Azeitão, Serpa, Castelo Branco, de Nisa, de Évora, Terrincho, Rabaçal, São Jorge, do Pico. E talvez o mais saboroso de todos, o da Ilha (dos Açores). E doces - aletria de ovos, filhós, manjar branco, ovos moles ferrados, pastel de Belém, pastel de Tentúgal, papos de anjo, queijada de Cintra, rabanada, sericaia, tijolada, toucinho do céu.

Cada pessoa escolherá o seu próprio Mapa Culinário. Pratos que são especialidades de cada lugar. De cada restaurante. Passo agora para o amigo leitor as minhas preferências gastronômicas portuguesas. Indicando restaurante e cidade. Pedindo, desde já, que me “escrevam indicando quitutes que deem fama aos seus lugares de origem” - fazendo minhas as palavras de Gilberto Freyre.

Receitas>

ENTRADAS:
· Caldo Verde (Restaurante Pabe - Rua Duque de Pamela 27, Lisboa)
· Sopa de Marisco (Gambrinus - Rua das Portas de Santo Antão, 23, Lisboa)
· Grão de Bico com bacalhau (Magano - Rua Tomás da Anunciação, 52, Lisboa)
· Vinagrete de Cogumelo (Solar dos Nunes - Rua dos Lusíadas 70, Alcântara)
· Empada de coelho (Salsa e Coentro - Rua coronel Marques Leitão 12, Lisboa)
· Peixinho da Horta (Farta Brutos - Travessa Espera, 20, Lisboa)
· Ameijoas à Bulhão Pato (Beira Mar - Rua das Flores 6, Cascais)
CRUSTÁCEOS - (Ramiro - Av. Almirante Reis, 1, Lisboa)
· Camarão Tigre
· Gambas grelhadas
· Bruxas
· Lavagante
· Lagostim
· Sapateira
BACALHAU
· Bacalhau à Brás (Pabe - Rua Duque de Pamela 27, Lisboa)
· Meia Desfeita (Pabe - Rua Duque de Pamela 27, Lisboa)
· Bacalhau à Lagareiro (Hotel Mundial, Lisboa)
· Patanisca de Bacalhau (Solar dos Presuntos - Rua das Portas de Sto Antonio 150, Lisboa)
· Patanisca de Bacalhau (Maria - em Alandroal, perto de Évora)
· Bacalhau assado (Gambrinus - Rua das Portas de Santo Antão, 23, Lisboa)
· Bacalhau assado no forno com carne de porco (Chico Elias - em Tomar)

PEIXE
· Pregado Estalado (Beira Mar - Rua das Flores 6, Cascais)
· Cherne grelhado com Gambas (As Salgadeiras - Rua Salgadeira 18, Lisboa)
· Filet de linguado em massa folhada (As Salgadeiras - Rua Salgadeira 18, Lisboa)
· Tamboril com arroz de cenoura (Aqui Há Peixe - Rua da Trindade 18, Lisboa)
· Arroz de Garoupa com Gambas (Fialho - Travessa dos Mascarenhas, 16, Évora)

AVES
· Arroz de pato (Pabe - Rua Duque de Pamela 27, Lisboa)
· Perdiz assada ((Beira Mar - Rua das Flores 6, Lisboa)
CARNES
· Secretos de porco (Solar dos Nunes - Rua dos Lusíadas 70, Alcântara)
· Plumas de porco (Magano - Rua Tomás da Anunciação 52, Lisboa)
· Leitãozinho assado (Tia Alice, Largo do Rossio 16, Negrais)
· Leitãozinho assado (Pedro dos Leitões, Mealhada)
· Bife de Vitela (Alvarenga - em Arouca)
· Bife Império (Café Império - Av. Almirante Reis 205, Lisboa)
· Lombinho de Porco na grelha (Adega do Albertino - rua Julio de Souza 7, Imaginario, Caldas da
Rainha)
SOBREMESAS
· Filhós (Maria - em Alandroal, perto de Évora)
· Sericaia com ameixa de Elvas (Solar dos Nunes - Rua dos Lusíadas 70, Alcântara)
· Crepe flambado (Pabe - Rua Duque de Pamela 27, Lisboa)
· Encharcada (Magano - Rua Tomás da Anunciação 52)
· Pudim do Abade de Prisco (Cozinha da Së - Rua frei Caetano Brandão 95, Braga)
· Toucinho do céu (Solar do Arco - Rua de Santa Maria 48, Guimarães)
· Arroz doce (Solar dos Nunes - Rua dos Lusíadas 70, Alcântara)
· Doce de Laranja (Farta Brutos - Travessa espera, 20, Lisboa)
· Papos de Anjo (Farta Brutos - Travessa espera, 20, Lisboa)