A-A+

Mar Aberto apreende iate, helicópteros, Ferrari e carros de empresário

Detalhes da segunda fase da operação foram apresentados pela Polícia Civil nesta quinta-feira (30)

Um dos helicópteros apreendidos pela segunda fase da operaçãoUm dos helicópteros apreendidos pela segunda fase da operação - Foto: Divulgação/Polícia Civil de Pernambuco

Foram apresentados pela Polícia Civil de Pernambuco nesta quinta-feira (30), no Recife, os detalhes preliminares da segunda fase da Operação Mar Aberto. A ação foi deflagrada para desarticular uma organização criminosa ligada à empresa de embarcações Ecomariner, a terceira maior do ramo no País.

Ao todo, esta fase da operação - conduzida pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) - apreendeu dois helicópteros, um iate avaliado em aproximadamente R$ 15 milhões, uma Ferrari e oito carros de colecionador. Os 13 mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara de Crimes Contra a Administração Pública e Contra a Ordem Tributária foram cumpridos no Recife, em Caruaru/PE, em Diadema/SP e em Cabedelo/PB.

Leia também:
Operação no Recife mira sonegação de R$ 65 milhões
Polícia detalha saldo da operação


Dos nove presos na primeira fase da operação, apenas os cinco homens seguem no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. Segundo o delegado Jean Rockfeller, diretor das delegacias especializadas, celulares e dinheiro foram encontrados dentro do presídio com os presos e serão periciados.

Os materiais apreendidos nessa segunda fase estão agora sob a responsabilidade da polícia. O iate deverá ficar atracado no Porto do Recife, e os documentos foram levados à sede do Draco, localizada no bairro do Barro, Zona Oeste do Recife.

Outros detalhes da segunda fase da Operação Mar Aberto serão divulgados em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (31), na sede operacional da Polícia Civil de Pernambuco, no Recife.

Veja também

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet
Conexão

Governo altera decreto e permite ampliar serviços de acesso à internet

SP atribui causa da morte de adolescente vacinada à doença autoimune
Vacinação em adolescentes

SP atribui causa da morte de adolescente vacinada à doença autoimune