Manifesto

Marcha da maconha retorna às ruas depois de dois anos de pandemia

Marcha completa 15 anos neste ano de 2022, e volta às ruas após dois anos

A Marcha é uma organização da sociedade civil que completa 15 anos de existência neste ano de 2022A Marcha é uma organização da sociedade civil que completa 15 anos de existência neste ano de 2022 - Foto: Reprodução / Instagram

Após dois anos com atividades voltadas inteiramente para o meio digital, a marcha da maconha volta às ruas com o lema “Aperte o Verde Contra o Fascismo: A nossa luta é pelo bem viver”. 

A concentração teve início às 14h na praça do Derby, com encerramento na Igreja do Carmo, Centro do Recife. Participaram do evento Calu, Bione, DJ Boneka, DJ Ciço, Mestre Almir e Som Na Rural.

Marcha da Maconha
A Marcha, organização da sociedade civil que completa 15 anos neste 2022, foi criada com o objetivo da legalização da Cannabis. Segundo o manifesto do movimento, mesmo com  a política de drogas focando na repressão do comércio ilícito, existem brechas dentro da legislação que a torna problemática em vários pontos.

“A proibição tem um caráter punitivista que resulta em encarceramento/extermínio dos corpos pretos/periféricos sendo uma ferramenta central na manutenção do racismo estrutural e de outras formas de opressões, como classismo, machismo, LGBTQIAP+fobia, capacitismo, xenofobia e intolerância religiosa, tão presentes na sociedade brasileira”, afirma o manifesto. 

 

Veja também

Pernambuco confirma mais seis mortes e 2.911 casos de Covid-19
Coronavírus

Pernambuco confirma mais seis mortes e 2.911 casos de Covid-19

Chefes da diplomacia de EUA e China se reúnem em Bali esta semana
Relações internacionais

Chefes da diplomacia de EUA e China se reúnem em Bali esta semana