Olinda

Márcio Botelho, vice-prefeito de Olinda, é vítima de ação criminosa; um homem foi preso em flagrante

Márcio Botelho, vice-prefeito de Olinda, na Coletiva de Carnaval de Olinda 2019Márcio Botelho, vice-prefeito de Olinda, na Coletiva de Carnaval de Olinda 2019 - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

O vice-prefeito de Olinda, Região Metropolitana do Recife (RMR), Márcio Botelho (Solidariedade) foi vítima de uma ação criminosa na noite desta terça-feira (18). A ação ocorreu por volta das 22h, após um compromisso previsto na agenda do prefeito, Professor Lupércio (SD). 

De acordo com informações do secretário de Segurança Pública de Olinda, Coronel Pereira Neto, após o fim do evento, Botelho ofereceu uma carona a Lupércio e a um amigo; depois de deixar o prefeito e o amigo em casa, o vice foi abordado por quatro homens armados que estavam em um veículo modelo Volkswagen Gol, na cor Branca.
 
Segundo o secretário, o vice-prefeito foi abordado pelo quarteto em meio a uma ligação com a namorada, que teria escutado parte da conversa com os bandidos e alertado os responsáveis pela segurança pública na cidade. No percurso, feito no carro de Botelho, os criminosos solicitaram as senhas dos cartões de crédito do vice-prefeito e o ameaçaram de morte.  

"Ele estava ligando para a namorada, que chegou a escutar parte do díalogo entre ele e os criminosos. A PM foi acionada e foram feitos bloqueios nas rodovias que dão acesso à RMR. Como o carro de Botelho tinha um dispositivo de gps, que permite o rastreamento, foi identificado que o carro seguia no sentido Alagoas", afirmou Pererira Neto.

 



O secretário conta, também, que a resposta rápida da polícia pode ter influenciado os criminosos a deixarem Márcio na BR-101, nas proximidades da fábrica da empresa Vitarella. De acordo com a Polícia Militar, Botelho foi abandonado em uma área de canavial e conseguiu uma carona até um posto de gasolina.

Segundo a PM, um carro com um dos criminosos foi interceptado na madrugada desta quarta-feira (19) na rodovia PE-60, em Ipojuca, nas proximidades da entrada de Rurópolis. O suspeito foi detido e levado à sede do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil, onde foi reconhecido pelo vice-prefeito e autuado em flagrante. Os outros três envolvidos no crime continuam foragidos.

 Para o secretário, há a suspeita de que o crime tenha sido cometido por uma quadrilha de roubo de veículos; até o momento, a Polícia Militar não comprovou a tese. Em entrevista coletiva concedida na Secretaria de Segurança Pública de Olinda, o secretário Coronel Pereira Neto descartou qualquer motivação política para o crime. "Indagaram se ele seria policial militar ou policial civil, e ele fez questão de enfatizar que era advogado criminalista e em nenhum momento, nem ele nem os bandidos fizeram menção em relação ao cargo político que ele ocupa", frisou o secretário.

Ainda de acordo com ele, será feita uma avaliação da necessidade de modificar o procedimento de segurança oferecido ao prefeito e o vice de Olinda. "Temos trabalhado com o pressuposto de que o prefeito e o vice são pessoas públicas, que necessitam de uma segurança orgânica, mas entendemos que precisamos avaliar se será necessário fazer alguma modificação", disse.

Apesar de ter sido vítima de violência psicológica e de "alguma violência física" para entregar as senhas dos. cartões, de acordo com o coronel, o vice-prefeito está bem e não teve nenhum dano grave físico, e nenhuma perda financeira.

Confira a nota completa da Polícia Militar:
Policiais militares do 18º BPM prenderam, na PE-60, após Ipojuca, na madrugada desta quarta-feira, um dos suspeitos e recuperaram o veículo do vice-prefeito de Olinda. Ele foi surpreendido por um grupo de quatro homens que o levaram no próprio carro, o abandonando em uma área de canavial de Ipojuca. Após a prisão, o homem foi levado para o GOE, da Polícia Civil. A vítima conseguiu uma carona até um posto de gasolina e pode voltar para casa em segurança. Seguem as buscas pelos demais assaltantes. Em breve, enviaremos maiores detalhes sobre o caso, uma vez que a ocorrência só foi concluída agora há pouco.

 

Veja também

Mais de 60% das crianças ainda não foram vacinadas contra a pólio
Vacinação

Mais de 60% das crianças ainda não foram vacinadas contra a pólio

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte
internacional

A 8 dias da eleição, Senado dos EUA confirma juíza ultraconservadora para a Suprema Corte