Maria Carolina Santiago ganha segundo ouro no Parapan

Pernambucana dominou os 400 metros livre S13 (S12), nesta quinta (29), com direito a dobradinha nacional no pódio

Talento da natação, pernambucana convive com anomalia congênita no nervo ópticoTalento da natação, pernambucana convive com anomalia congênita no nervo óptico - Foto: Divulgação

A pernambucana Maria Carolina Santiago, de 34 anos, voltou ao topo do pódio da natação nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, nesta quinta-feira (29). Ela dominou sem dificuldades os 400 metros livre da classe S13 (S12) e venceu com o tempo de 4min59s66, seguida pela compatriota Lucilene da Silva Sousa, como 5min11s60. O bronze ficou com a venezuelana Belkis Mota, com 5min13s09.

Esse foi o segundo ouro de Maria Carolina, que faz a sua estreia em Jogos Parapan-Americanos e já aparece como um dos destaques da delegação nacional. Na terça-feira (27), ela foi campeã dos 100 metros costas na S12, com direito a recorde parapan-americano. A atleta, que é portadora da síndrome de Morning Glory, uma anomalia rara no nervo óptico, nada mais uma prova nesta quinta. Na sessão noturna, ela competirá os 50 metros livre S12.

O Brasil teve outra dobradinha na primeira da sessão da natação nesta quinta, com Lucas Mozela e Ruiter Gonçalves, nos 200 metros medley SM9. O campeão fez 2min23s90, enquanto Ruiter completou em 2min25s68. O pódio foi completado pelo norte-americano David Gelfand, com 2min28s16. 

Veja também

Mais de um milhão de mortes por Covid-19 registradas no mundo, aponta agência
Covid-19

Chega a mais de 1 milhão o número de pessoas mortas por Covid-19, diz agência

Covid-19: Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS

Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes em 24 horas