Recife

Marquise desaba e parede atinge motociclista na avenida Norte, no Recife

De acordo o Corpo de Bombeiros, o homem teve uma fratura exposta na perna direita e escoriações no braço direito

Desabamento deixou homem feridoDesabamento deixou homem ferido - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Uma marquise desabou e a parede frontal ligada à estrutura atingiu um motociclista de 22 anos, na avenida Norte, bairro de Santo Amaro, área central do Recife, por volta das 10h20 desta quarta-feira (16). De acordo o Corpo de Bombeiros, o homem teve uma fratura exposta na perna direita e escoriações no braço direito. Ele tentava se abrigar da chuva no local.

A vítima foi identificada como Silas Emanuel Abreu dos Santos Silva. Ele é vendedor de material de construção. O acidente ocorreu nas proximidades do Senai. Segundo os bombeiros, após atendimento pré-hospitalar, o homem foi conduzido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, área central do Recife.

De acordo com a assessoria de comunicação da unidade de saúde, Silas deu entrada por volta das 11h30. Ele passou por procedimento de estabilização na emergência da Unidade de Traumas e deverá fazer exames. Novas informações sobre o estado de saúde do rapaz devem ser divulgadas no final da tarde desta quarta-feira.

O engenheiro civil da Defesa Civil do Recife Kleber Alcântara explicou as possíveis causas do desabamento. 
A marquise tombou e o que caiu foram as paredes frontal e lateral. É um imóvel antigo, com ausência de manutenção e com características de construções sem acompanhamento técnico. Percebemos que a marquise não tem elemento estrutural e quando foi colocada essa sobrecarga, veio a tombar”, disse. 

Iracema Lins mora ao lado do imóvel e contou que a marquise e paredes apresentavam rachaduras. Ela entrou em contato com o dono, mas nenhuma providência foi tomada. “Eu passei lá e disse ao proprietário que estava rachado, acho que faz um mês, mais ou menos e ele disse que iria mandar olhar, mas não mandou ninguém”.

Na hora do acidente, a dona de casa Elisângela do Nascimento também estava buscando abrigo da chuva.
“Quando a gente se aproximou [do imóvel] ele estava sozinho ao lado da moto. Cheguei perto dele, mas senti um aperto no coração e me retirei um pouco. Quando saí, em questão de segundos, já foi tudo desabando em cima dele, que começou a gritar pedindo ajuda e socorro. Nós tiramos tudo de cima dele e conseguimos colocá-lo mais para o lado para esperar o socorro chegar”, relatou Elisângela, que acrescentou: “Foi uma agonia muito grade mesmo, nunca vi uma cena dessas na minha vida”.

No imóvel funcionava uma igreja até dezembro do ano passado. O prédio estava desocupado. Com a ocorrência, o trecho da avenida Norte ficou parcialmente interditado e em apenas uma da faixa circularam os carros, ônibus e demais veículos.

Equipes dos bombeiros avaliam os riscos do local e isolaram a área. A energia do local foi desligada pela Neoenergia Pernambuco para evitar acidentes e agentes da Defesa Civil do Recife estavam no local.

Segundo a Neoenergia, a rede da unidade consumidora foi desligada. A rede elétrica interna foi danificada pela queda da estrutura. Assim que o cliente recompor a rede elétrica interna e pedir a religação, a concessionária enviará uma equipe ao local.

Imóvel será demolido
Sobre o destino do imóvel, Kleber Alcântara alertou que ele precisará ser demolido. “A gente vai manter o imóvel isolado até o proprietário fazer a conclusão da demolição. Ele precisa procurar uma orientação técnica onde ele precisa contratar um engenheiro para poder fazer a demolição de forma acompanhada e após isso nós liberamos o acesso”, disse.

“Cuidem do seu imóvel porque a responsabilidade da manutenção é do proprietário, mas que a qualquer indicio de anormalidade ou aparecimento de rachaduras e fissuras, entre em contato com a Defesa Civil para a gente fazer a vistoria”, acrescentou.

Veja também

Cidades da Mata Sul de Pernambuco registram enchentes nesta sexta-feira (1º)
Chuvas

Cidades da Mata Sul de Pernambuco registram enchentes nesta sexta-feira (1º)

Equador reduz tarifas de combustível após fim de protestos indígenas"
Mundo

Equador reduz tarifas de combustível após fim de protestos indígenas"