MEC divulga resultados preliminares do Censo Escolar 2019

Escolas têm até o dia 31 para conferir e corrigir dados

Escola municipal no Recife Escola municipal no Recife  - Foto: Bruno Campos/Arquivo Folha

resultados preliminares do Censo Escolar da Educação Básica 2019. Os resultados podem ser conferidos no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Agora, os responsáveis pelas escolas públicas têm até 31 de outubro para conferir, complementar e, se for necessário, corrigir as informações publicadas.

Após a retificação, caso necessária, não será mais possível alterar os dados informados na Matrícula Inicial do Censo Escolar 2019, de acordo com o MEC. A divulgação dos resultados finais do Censo Escolar, das sinopses estatísticas, com todas as redes de ensino, de forma contextualizada, e com microdados públicos está prevista para o final de janeiro de 2020.

Leia também:
Desempenho do estudante é influenciado por práticas escolares
Reitores comemoram desbloqueio de verbas do MEC
Quinze estados e DF aderem ao Programa das Escolas Cívico-Militares 

Censo Escolar
O Censo Escolar é o principal instrumento de coleta de informações da educação básica e o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro nessa área. As matrículas e os dados escolares coletados servem de base para o repasse de recursos do governo federal e para o planejamento e divulgação de dados das avaliações realizadas pelo Inep.

O Censo abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica e profissional: o ensino regular - educação infantil, ensino fundamental e médio; a educação especial; a Educação de Jovens e Adultos (EJA); e a educação profissional, que abrange cursos técnicos e cursos de formação inicial continuada ou qualificação profissional.

Veja também

Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada
Trabalho

Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada

Opas afirma que Venezuela pode receber vacinas anticovid da Johnson & Johnson em junho
Vacinas

Opas afirma que Venezuela pode receber vacinas anticovid da Johnson & Johnson em junho