MEC libera R$ 364 milhões para alimentação escolar em todo o país

Valor referente à parcela de maio foi antecipado por causa da covid-19

Merenda escolarMerenda escolar - Foto: ANF

O Ministério da Educação (MEC) informou, nesta quarta-feira (29) que foram liberados antecipadamente R$ 364,4 milhões para estados e muncípios aplicarem na alimentação escolar durante a pandemia do novo coronavírus. Os recursos são do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE). O valor é referente à parcela do mês de maio destinada às unidades da federação.

De acordo com as orientações do FNDE, devido à suspensão das aulas por causa da covid-19, a distribuição de alimentos tem de ser feita por meio de kits, que devem ser elaborados conforme as regras do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), levando-se em conta os hábitos alimentares de cada região e a qualidade nutricional.

Leia também:
STF abre inquérito contra ministro da Educação por suposto racismo
Inep prorroga prazo para participação em Censo da Educação Superior


O Pnae oferece alimentação a cerca de 40 milhões de estudantes da educação básica pública em todo o país diariamente. Desde o início do ano, R$ 1,4 bilhão do programa foram destinados a estados e municípios.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Brasil registra 209,9 mil mortes e 8,48 milhões de casos da Covid-19
Coronavírus

Brasil registra 209,9 mil mortes e 8,48 milhões de casos da Covid-19

Pernambuco passa das 10 mil mortes pela Covid-19
Coronavírus

Pernambuco passa das 10 mil mortes pela Covid-19