Saúde

Médicos Pelo Brasil deve levar profissionais a 26 distritos indígenas

Médicos que optarem por atender distritos indígenas terão adicional

26 distritos indígenas estão entre as prioridades do novo programa Médicos pelo Brasil 26 distritos indígenas estão entre as prioridades do novo programa Médicos pelo Brasil  - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Mais de cinco mil municípios brasileiros devem receber profissionais do programa Médicos Pelo Brasil. A informação é do secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Raphael Câmara, que concedeu entrevista ao programa A Voz do Brasil desta segunda-feira (18).

Segundo Câmara, serão 4,6 mil médicos admitidos já neste ano. Os primeiros 529 assinaram contrato nesta segunda-feira. Esses médicos serão direcionados para os municípios mais vulneráveis. O secretário disse ainda que o programa deve sanar uma dívida histórica do Brasil, já que é a primeira vez que o governo federal provê médicos a diversas localidades.

Os 26 distritos indígenas estão entre as prioridades do novo programa. Câmara destaca que o médico que optar por esses locais receberá um adicional. “O médico que resolver ir para um distrito indígena receberá cerca de R$ 6 mil a mais”, disse.

Os profissionais do programa serão alocados exclusivamente na atenção primária. “A gente sabe que uma atenção primária forte, ela vai conseguir evitar que muitos casos vão para a atenção especializada, ou seja, hospitais e UPAs [Unidades de Pronto Atendimento]”. De acordo com o secretário, ao alocar recursos da atenção primária o governo estará otimizando os recursos do Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo o secretário, o novo programa traz o vínculo celetista como modalidade contratual e conta com “todos os direitos trabalhistas” para os participantes, além da possibilidade de receberem salários de até R$ 30 mil.

Para Câmara, o novo programa traz uma carreira de estado para que os médicos possam se fixar na função. “A gente também precisa que esse médico, ele fique naquele município, conhecendo melhor a população e com isso atendendo melhor os anseios da população.”

Veja também

Saiba como diferenciar e tratar os três principais tipos de dor de cabeça, segundo médico
SAÚDE

Saiba como diferenciar e tratar os três principais tipos de dor de cabeça, segundo médico

FBI especula que intenção de atirador que feriu Trump pode ser menos uma questão política; entenda
Donald Trump

FBI especula que intenção de atirador que feriu Trump pode ser menos uma questão política; entenda

Newsletter