Violência

Menina morre após ser baleada nos braços do padrasto em terminal de ônibus no Recife

UPA da CaxangáUPA da Caxangá - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Uma menina de 3 anos morreu após ser baleada em um terminal de ônibus, no bairro da Várzea, Zona Oeste do Recife, na noite de quarta-feira (7), segundo informou a Polícia Civil de Pernambuco.

Informações da polícia indicam que a criança estava nos braços do padrasto, um homem de 34 anos, no terminal, quando um desconhecido anunciou um assalto. A esposa do homem e mãe da menina também estava no local.

O padrasto pegou a menina nos braços e correu, segundo a polícia. Em seguida, o suspeito atirou algumas vezes com uma arma de fogo contra o homem e a criança.

A menina e o padrasto foram atingidos pelos disparos. A menina na cabeça e no abdômen e o padrasto na perna. Ambos foram socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, também na Zona Oeste da capital pernambucana. A criança morreu na unidade de saúde.

O padrasto foi transferido para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, área central do Recife. De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, após ser atendido na Unidade de Traumas, ele recebeu alta médica na manhã desta quinta-feira (8).

Segundo a Polícia Civil, foi aberto um inquérito para apurar a tentativa de homicídio contra o homem e o homicídio consumado da menina. 

"As investigações foram iniciadas e seguem até o total esclarecimento do crime", informou a corporação.

Veja também

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantidoPandemia

Comitê recomenda que réveillon no Rio de Janeiro seja mantido

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz UnicefSaúde global

A cada dois minutos uma criança é infectada com HIV no mundo, diz Unicef