Menino que teve coração perfurado por espeto deixa UTI

Coração da criança foi atingido. Salvação, segundo a médica, foi que não tentaram retirar o espeto antes de chegar ao Hospital da Restauração

Corpo perfurado por um espeto de churrascoCorpo perfurado por um espeto de churrasco - Foto: Divulgação

O menino de 11 anos que teve o coração perfurado acidentalmente por um espeto de churrasco recebeu alta, na manhã desta segunda-feira (22), da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas permanece internado no Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área Central do Recife.

As médicas Cláudia Albuquerque e Andrea Rolim divulgaram, nesta manhã, os detalhes da operação. O objeto cortante transfixou o coração do menino, mas a salvação dele foi que ninguém tentou tirar o espeto antes de chegar ao hospital.

Segundo a médica Cláudia Albuquerque, o menino está vivo porque o formato do espeto facilitou para que o músculo do coração conseguisse conter a hemorragia. A lesão, de toda forma, foi considerada grave. "Os cuidados, agora, são de profilaxia por conta da lesão. Não há sinais de infecção, mesmo o espeto estando enferrujado", disse Cláudia Albuquerque.

Já Andrea Rolim elogiou a forma como o menino foi transferido. "Foi muito importante como tudo foi conduzido. O modo como o paciente foi transferido de Toritama para cá foi impecável. Ele estava estabilizado, com o espeto no lugar e conseguimos fazer uma cirurgia de maneira satisfatória. Os pais e a criança estavam tranquilos. O sucesso se deve a isso", comemorou a médica.

Procedimento cirúrgico
Os médicos, em primeira avaliação, observaram que o espeto vibrava com os batimentos cardíacos. Isso apontava para uma lesão cardíaca. Foi feito um ecocardiograma e constatou que o objeto atravessou o coração. O objeto foi retirado por meio de incisão lateral.

"Como o espeto vibrava com os batimentos cardíacos, ou era lesão cardíaca ou estava muito próximo do coração. Rapidamente, constatamos que era uma lesão grave no órgão vital e vimos que precisava de uma cirurgia de imediato", comentou Andrea Rolim. Ainda segundo ela, quando os médicos abriram o tórax viram a lesão cardíaca. "Ficou estabilizado, fizemos a sutura e depois que retiramos o espeto não houve sangramento importante", finalizou.

Entenda o caso

Um menino de 11 anos teve o corpo perfurado acidentalmente por um espeto de churrasco em Toritama, no Agreste de Pernambuco. Ele recebeu os primeiros socorros na própria cidade, no Hospital Municipal Nossa Senhora de Fátima, e depois foi transferido para o Hospital da Restauração. O fato ocorreu na última quinta-feira (18), mas tornou-se público no último domingo (21).

Uma enfermeira do hospital de Toritama que atendeu o garoto confirmou a ocorrência. Ela disse que o garoto brincava em casa, no bairro Planalto, quando se desequilibrou da escada e caiu em cima do espeto de churrasco. Segundo a enfermeira, o garoto não se desesperou e em nenhum momento perdeu a consciência.

Veja também

Queiroz presta depoimento ao MPF, nesta quarta
INVESTIGAÇÃO

Queiroz presta depoimento ao MPF, nesta quarta

Brasil atua para 'desfazer opiniões distorcidas' sobre preservação ambiental, diz Bolsonaro
Meio Ambiente

Brasil atua para 'desfazer opiniões distorcidas' sobre preservação ambiental, diz Bolsonaro