A-A+

Metrô do Recife continuará funcionando apenas nos horários de pico

De acordo com a CBTU, a medida visa combater a disseminação da Covid-19 no transporte público

Metrô do RecifeMetrô do Recife - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Mesmo com o endurecimento das medidas de isolamento social em cinco municípios da Região Metropolitana do Recife, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) do Recife informou que os metrôs que transitam pela linha Sul e Centro da Capital pernambucana continuarão funcionando apenas nos horários de pico. Desde o dia 21 de março, o transporte passou a funcionar apenas entre 6h e 9h e 16h30 e 20h.

De acordo com o órgão, com essa medida, atualmente o metrô transporta apenas cerca de 25% dos usuários habituais. A previsão é de que a demanda no transporte aumente na próxima semana, quando começa a valer o rodízio de carros decretado na segunda-feira (11), por Paulo Câmara, governador do Estado.

Leia também:
Pernambuco registra 541 novos infectados e 70 mortes pela Covid-19 em 24h
Paulo Câmara diz que academia, salões e barbearias não abrirão em Pernambuco


Em nota, a CBTU orientou o que as autoridades sanitárias vem reforçando constantemente: a importância do isolamento social. “Lembramos que estamos operando para que aqueles que exercem funções essenciais continuem se deslocando. Quem não pertencer a essa categoria deve obedecer às recomendações do Ministério da Saúde e ficar em casa, ajudando, assim, no combate à pandemia”, diz o comunicado oficial.

A CBTU também esclareceu que o horário de funcionamento não poderá ser ampliado, porque tem mais de 50% dos seus empregados da operação e manutenção afastados por pertencerem ao grupo de risco em relação ao Covid-19.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Prévias do PSDB: na semana seguinte da suspeita de hacker, aplicativo recebe mais de 26 mil acessos
Política

Prévias do PSDB: na semana seguinte da suspeita de hacker, aplicativo recebe mais de 26 mil acessos

Talibãs do Afeganistão querem 'boas relações' com o resto do mundo
Talibã

Talibãs do Afeganistão querem 'boas relações' com o resto do mundo