Metrô do Recife funcionará nos horários de pico no dia da greve geral, diz CBTU

Está sendo discutida a possibilidade dos trens funcionarem com a frota reduzida ao longo da sexta-feira (14)

Ao todo, aproximadamente 400 mil usuários utilizam o sistema por dia, em 550 viagens que passam pelas 37 estaçõesAo todo, aproximadamente 400 mil usuários utilizam o sistema por dia, em 550 viagens que passam pelas 37 estações - Foto: Arthur de Souza

Mesmo com a confirmação do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Metroviários da paralisação total dos metrôs na Região Metropolitana do Recife (RMR), na sexta-feira (14), em adesão à greve geral, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), confirmou a funcionalidade dos trens durante os horários de pico .

De acordo com o superintendente geral da CBTU, Leonardo Villar, o metrô funcionará com 100% da frota em horários onde há a maior movimentação de usuários. “Vamos funcionar com toda a frota durante os horários de pico, mas paralisaremos as atividades totalmente ao longo do dia, explicou.

Leia também:
Greve no dia da estreia preocupa organização da Copa América
Sindicatos anunciam greve geral contra política econômica de Macri

Ainda segundo o superintendente, ocorrerá na quinta-feira (13), uma última reunião para tentar com que a categoria trabalhe com a frota reduzida após os horários de pico.

Na manhã desta quarta-feira (12), outras categorias e sindicatos, como os professores do Estado e os bancários, confirmaram a paralisação das atividades em apoio à greve geral.

Ônibus
Já o Sindicato dos Rodoviários não decidiu se vai aderir a paralisação. A previsão é que a categoria defina nesta quinta-feria (13) quais medidas irão tomar. Em entrevista à Folha de pernambuco, Fernando Fagundes, assessor de Comunicação do Sindicatos dos Rodoviários, disse que a organização não tem indicativo da paralisação dos transportes de ônibus para o dia 14 (sexta-feira).

“O sindicato está visitando as bases e conversando com os trabalhadores, para discutir a questão. Estamos apoiando o movimento, mas para a greve geral ainda não temos nada definido. Amanhã [quinta-feria], durante o dia, poderemos ter a resposta”.

Veja também

Caminhão mata 15 pessoas que dormiam em estrada na Índia
Tragédia

Caminhão mata 15 pessoas que dormiam em estrada na Índia

Meghan tenta evitar julgamento em caso contra jornal britânico por invasão de privacidade
FAMÍLIA REAL

Meghan tenta evitar julgamento em caso contra jornal britânico por invasão de privacidade