Metrô funciona em horário especial nesta sexta

Trabalhadores decidiram aderir ao protesto nacional contra a Proposta de Emenda Constitucional 55 (antiga 241)

Júlio LóssioJúlio Lóssio - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

As linhas de metrô do Recife estão funcionando em esquema especial nesta sexta-feira (25) devido à paralisação da categoria.

De acordo com o gerente de operações da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Murilo Barros, há 14 veículos na linha Centro e nove na Linha Sul, e o horário de funcionamento foi até as 8h30, pela manhã. Depois os trens operarão das 16h30 às 20h30, à noite. Segundo a CBTU, os trens estão sendo operados por supervisores, instrutores e chefes de posto.

Os trabalhadores decidiram aderir ao protesto nacional contra a Proposta de Emenda Constitucional 55 (antiga 241), mais conhecida como a PEC do teto dos gastos, que visa ao congelamento do orçamento da União por um período de 20 anos.  

No fim da manhã, o clima era bastante calmo na frente da Estação Central, no bairro de São José. Poucos passageiros desavisados chegaram, mas foram recepcionados por membros do Sindicato dos Metroviários que informavam sobre a paralisação.

Mesmo com os avisos do sindicato e informações da imprensa, alguns usuários do metrô foram até a estação e se depararam com os portões fechados. “Eu saí de casa logo cedo. Fui para um médico porque estou precisando fazer uma cirurgia de hérnia e agora não consigo voltar. Agora vou ter que andar bastante para pegar vários ônibus para voltar”, afirmou Adeilton Clementino, de 55 anos, que se dedica a animar, com gorro de Papai Noel, as crianças de Vila dos Milagres, no Ibura, na Zona Sul do Recife.


Veja também

Gravidez com amparo e consciência é o desafio para algumas mulheres
Zoom

Gravidez com amparo e consciência é o desafio para algumas mulheres

Nordeste pode ter segunda onda de Covid-19 nos próximos meses, alerta comitê
Coronavírus

Nordeste pode ter segunda onda de Covid-19 nos próximos meses, alerta comitê