Internacional

Milhares de pessoas protestam na Austrália contra vacinação anticovid

A polícia estimou que cerca de 10 mil manifestantes compareceram ao ato

Protestos na Austrália contra os mandatos de vacinação anticovidProtestos na Austrália contra os mandatos de vacinação anticovid - Foto: STR / AFP

Milhares de pessoas marcharam na capital da Austrália, Camberra, neste sábado (12), para protestar contra os mandatos de vacinação anticovid, no momento em que ocorrem grandes mobilizações desse tipo em várias partes do mundo.

Manifestantes marcharam pelas ruas de Camberra para se concentrar do lado de fora do Parlamento. Muitos agitavam a bandeira australiana em vermelho, um emblema associado aos "cidadãos soberanos", que afirmam que as leis nacionais não lhes dizem respeito.

Na multidão, via-se faixas com mensagens como "Lute por sua liberdade e seus direitos" e "Não às drogas impostas", com o desenho de uma seringa. 

A polícia estimou que cerca de 10 mil manifestantes compareceram ao ato e que, em geral, mostraram "bom comportamento". Três pessoas foram detidas.

Em torno de 94% das pessoas com mais de 16 anos na Austrália receberam pelo menos duas doses de vacinas contra a Covid-19, segundo as autoridades.

No país, a vacina é voluntária, mas obrigatória para pessoas que ingressam no país e para quem trabalha em profissões consideradas de risco, como o cuidado de idosos. 

O primeiro-ministro Scott Morrison, que deve convocar eleições gerais em meados de maio, pediu aos manifestantes que protestassem de forma pacífica. 

O governo também disse entender as preocupações dos manifestantes, mas alegou que são os estados, e não o governo federal, que impõem muitas das obrigações para se vacinar.

Veja também

No G20, Blinken promete acelerar ampliação do Conselho de Segurança
ONU

Blinken promete ampliar o Conselho de Segurança

Mortes em reserva Yanomami sobem um ano após Lula decretar emergência
Yanomami

Mortes em reserva sobem um ano após Lula decretar emergência