Internacional

Milhares de pessoas são deslocadas na Austrália por inundações

moradores foram retirados de um bairro central em Melbourne

Carro submerso na cidade de Melbourne, na AustráliaCarro submerso na cidade de Melbourne, na Austrália - Foto: WILLIAM WEST/AFP

Centenas de casas ficaram inundadas nesta sexta-feira (14) no sudeste da Austrália pelas fortes chuvas que castigam o país, onde as autoridades emitiram ordens de evacuação para milhares de pessoas.

A situação mais complicada foi no estado de Victoria, o segundo mais populoso do país, onde foi declarado estado de emergência e as chuvas forçaram a retirada de moradores de um bairro central de Melbourne.

No subúrbio de Maribyrnong, as águas arrastaram carros abandonados nas ruas, enquanto alguns moradores tiveram de ser salvos com a ajuda de botes infláveis.

"No momento, nossa casa está debaixo d'água, que chega à altura da cintura", desabafou a moradora Leah Caluzzi, em relato à agência AFP.

De acordo com o chefe de Estado de Victoria, Daniel Andrews, mais de 500 casas foram “inundadas”, e outras 500 propriedades estão isoladas dos serviços de emergência.

 Longe do fim 
"Esse número vai aumentar, com certeza", disse ele, nesta sexta-feira. "Foi um episódio de inundações muito, muito significativo de inundação e está longe de acabar", declarou à ABC Radio.

Embora o pior das chuvas tenha ficado para trás esta manhã, o serviço estadual de emergências alertou que as inundações vão piorar, à medida que a água fluir para as bacias fluviais já transbordadas.

Poucas partes do estado serão poupadas de "grandes inundações nos próximos dias", disse o porta-voz dos serviços de emergência, Tim Wiebusch.

De acordo com o comissário de gestão de emergências, Andrew Crisp, o Exército foi mobilizado para ajudar os moradores a protegerem suas casas.

"Esta é uma grande emergência para o estado de Victoria", afirmou.

Enquanto isso, o governo regional se prepara para reabrir um centro de quarentena para doentes de covid-19, de modo a acolher pessoas, cujas casas ficaram inabitáveis.

Também se preparam para inundações no estado da Tasmânia, uma ilha ao sul do estado de Victoria, e em Nova Gales do Sul, a região mais populosa do país.

As autoridades ordenaram retiradas em massa e, até agora, as chuvas forçaram o fechamento de cerca de 120 estradas.

"Há vidas em risco" pelas inundações, advertiu o serviço de emergência do estado da Tasmânia em um comunicado.

Nos últimos dois anos, a costa leste da Austrália foi alvo, repetidamente, de fortes chuvas. Em março, por exemplo, inundações catastróficas deixaram mais de 20 mortos. E, em julho, milhares de moradores de Sydney foram obrigados a abandonar suas casas, devido às enchentes.

Veja também

Grupo Vice anuncia centenas de demissões
MUNDO

Grupo Vice anuncia centenas de demissões

Bandidos armados invadem casa e atiram em três crianças em Itamaracá; uma delas, de 10 anos, morreu
POLÍCIA

Bandidos armados invadem casa e atiram em três crianças em Itamaracá; uma delas, de 10 anos, morreu