Notícias

Miolinho mole celebrará a folia de Momo entre 20 a 23 de fevereiro

Bloco completa 11 anos nos hospitais da Restauração, Imip, Barão de Lucena, Oswaldo Cruz e Procape

Miolinho moleMiolinho mole - Foto: Arthur de Souza

Em 2017, o bloco ‘Miolinho Mole - o bloco mais bobinho do mundo’ completa 11 anos.  O projeto Doutores da Alegria celebrará a folia de Momo dos dias 20 a 23 de fevereiro organizando um verdadeiro bloco nos hospitais da Restauração, Imip, Barão de Lucena, Oswaldo Cruz e Procape.

Em 2017 a novidade entre as crianças será a escolha do casal “Mestre Maca e Porta Soro” em referência ao mestre sala e à porta bandeira e entre as enfermeiras técnicas será a “Garota Compressa”.

Para animar ainda mais a festa, a orquestra que acompanha a folia é tocada com instrumentos dos próprios doutores e entre o repertório estão frevos conhecidos e marchinhas de carnaval, como explica Greyce Braga, a Drª Monalisa “Somos nós mesmos que tocamos, nós mesmo que cantamos com o pessoal do hospital”.

Além do bloco do Miolinho, o grupo também organiza o ‘Bloco do Miolo Mole - O bloco mais bobo do mundo’, que sai do bar casa da Moeda, na rua da Moeda todas as quintas antes da abertura oficial do carnaval.

Na edição passada, o bloco saiu às ruas do Recife com 3.500 pessoas. Esse ano acompanhando o cortejo terão a orquestra Backstage. Todos os anos a grande expectativa dos foliões se dá pela passagem do bastão de baliza, que esse ano é assumido pela bailarina e atriz Elis Costa.

Embora na rua o formato seja maior, a diversão com o bloco do Milonho nas enfermarias também está garantida, somente no ano passado 4.000 pessoas participaram da brincadeira.

A rotina de um hospital pode ser bastante exaustiva para os pequenos, daí a importância de iniciativas como essa, para Luciano Pontes, o Drº Lui, o carnaval é uma festa que deve ser celebrada por diversos motivos “É uma maneira de tentar trazer o que está acontecendo fora do hospital, fazendo com que elas também vivam a sensação de poder brincar, de poder se divertir” conta.

Doutores da alegria em Recife - Na capital Pernambucana a ONG existe há treze anos. Cada hospital recebe visita besteirológica duas vezes por semana e existem quatro duplas atuando nos hospitais o ano inteiro, o que por ano dá um total de 61.443 visitas.

Veja também

Eat Just produzirá carne artificial em grande escala com biorreatores gigantes
EUA

Eat Just produzirá carne artificial em grande escala com biorreatores gigantes

Chanceler ucraniano acusa Otan de 'não fazer nada' em relação à Rússia
Guerra na Ucrânia

Chanceler ucraniano acusa Otan de 'não fazer nada' em relação à Rússia