Fernando de Noronha

Moradores e empresários de Fernando de Noronha protestam por reabertura da ilha

Segundo manifestantes, reabertura parcial da ilha não é suficiente para manter empregos e movimentar a economia local

Moradores se reuniram em frente à sede da administração da ilhaMoradores se reuniram em frente à sede da administração da ilha - Foto: Cortesia

Dependentes diretos das atividades turísticas, suspensas durante a pandemia no novo coronavírus, moradores, empresários e comerciantes de Fernando de Noronha reuniram-se, na manhã desta sexta-feira (18), em frente à sede da administração local, para protestar pela reabertura da ilha. Apesar da liberação gradual de entrada de turistas, iniciada este mês, moradores dizem que medidas restritivas estão impedindo retomada das atividades econômicas do arquipélago.

 
Concentrados no Palácio São Miguel, manifestantes pediram a liberação em coro, enquanto, de mãos dadas, abraçavam a sede. Morador do arquipélago, Wendell Amaral trabalha com turismo e está sentindo os impactos do do período em que Fernando de Noronha esteve fechada. “Viemos fazer um apelo para liberarem a ilha. Já estamos há mais de 6 meses sem trabalhar. As contas já estão todas atrasadas e não tem mais o que fazer”, disse.

Esta é a segunda vez que moradores e empresários protestam pela liberação da ampla entrada de turistas. Iniciada no dia 1º de setembro, a primeira etapa de reabertura, inclusa no protocolo anunciado pelo Governo do Estado, permite que apenas pessoas que já foram infectadas e estejam curadas possam visitar a ilha.  A  medida visa diminuir as chances de contaminação dentro do arquipélago. No entanto, moradores alegam que o baixo movimento não está sendo suficiente para melhorar a economia e garantir que empregos sejam mantidos. 

 

Veja também

Pernambuco registra mais um caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica
Coronavírus

Pernambuco registra mais um caso de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica

Anvisa autoriza importação de matéria-prima para produção de vacina pelo Butantan
Coronavírus

Anvisa autoriza importação de matéria-prima para produção de vacina pelo Butantan