Morre Dona Mira, proprietária de restaurante em Casa Amarela

Ela estava internada no Hospital da Unimed III e faleceu vítima de um câncer de fígado

Governadores devem aproveitar encontro para se manifestar sobre recentes declarações do presidente Jair BolsonaroGovernadores devem aproveitar encontro para se manifestar sobre recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro - Foto: Divulgação

Aos 77 anos, Aldemira Pereira de Lima, proprietária do famoso Restaurante da Mira, morreu na tarde desta sexta-feira (23) vítima de uma câncer de fígado. De acordo com os familiares da proprietária, ela estava internada há uma semana no Hospital da Unimed Recife III e não resistiu à doença.

Dona Mira deixa seis filhos e quatro netos. O velório ocorre a partir das 8h deste sábado (24) e o sepultamento está previsto para as 11h no Cemitério de Casa Amarela, Zona Norte do Recife.

O restaurante fica na antiga residência de Mira, localizada em uma modesta casa com tijolos amarelos na rua Eurico Chaves, em Casa Amarela. Não há placas de identificação no estabelecimento, mas está sempre cheio de clientes. Devido ao falecimento de Aldemira, o local permanece fechado até o dia 27 de dezembro, só reabrindo na próxima quarta-feira (28).

Dona Mira cuidou dos filhos e conseguiu fundar o restaurante, que começou com uma barraquinha na praça do Derby, área central, em 1978. De lá, ela se mudou para a praça do Entroncamento e, já famosa e com clientela fixa, resolveu fundar o restaurante na própria casa, a pedido dos consumidores. Com o sucesso, ela se mudou da residência, que permaneceu como o estabelecimento.

Outro feito que marcou a história da matriarca foi realizar a tradicional distribuição dos doces da festa de Cosme e Damião, realizada em setembro.

Veja também

Escola Virtual do Bradesco oferece cursos gratuitos na área de tecnologia e administração
Educa Mais

Escola Virtual do Bradesco oferece cursos gratuitos na área de tecnologia e administração

Pela primeira vez em 2 meses, estado de SP tem queda simultânea de casos, internações e mortes
Coronavirus

Pela primeira vez em 2 meses, estado de SP tem queda simultânea de casos, internações e mortes