Morre no Rio de Janeiro adolescente com suspeita de febre amarela

A morte cerebral do jovem tinha sido constatada na segunda-feira (15) e o óbito foi confirmado hoje

Mosquito transmissor da Febre amarela, Haemagogus leucocelaenusMosquito transmissor da Febre amarela, Haemagogus leucocelaenus - Foto: Fio Cruz

Morreu na tarde desta quarta-feira (17) o adolescente Luiz Fernando Valente Rodrigues, de 17 anos, que estava internado no Hospital São Francisco na Providência de Deus (HSF), no Rio de Janeiro, com suspeita de febre amarela.

A morte cerebral do jovem tinha sido constatada na segunda-feira (15) e o óbito foi confirmado hoje.

Leia também:
Rio tem longas filas para vacinação contra febre amarela
Pernambuco tem segunda suspeita de febre amarela
Procura por vacina contra febre amarela aumentou 50% no Recife, diz secretário


O adolescente deu entrada no hospital na noite da última quinta-feira (12) com suspeita de febre amarela e desenvolveu um quadro de hepatite fulminante que levou a um edema e hemorragia cerebral. A suspeita de febre amarela ainda não foi confirmada.

De acordo com boletim epidemiológico mais recente do Ministério da Saúde, o estado do Rio de Janeiro tem três casos confirmados da doença, com uma morte.

Veja também

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto
Coronavírus

UFPE retoma atividades com aulas remotas a partir de agosto

Após reunião com Mourão, fundo nórdico diz que falta plano sobre desmatamento
Meio Ambiente

Após reunião com Mourão, fundo nórdico diz que falta plano sobre desmatamento