Morre o escritor Tom Wolfe, autor de 'A Fogueira das Vaidades'

Wolfe estava internado e não resistiu a uma infecção

O último livro de Wolfe lançado no Brasil foi "O Reino da Fala", de 2016O último livro de Wolfe lançado no Brasil foi "O Reino da Fala", de 2016 - Foto: Divulgação

O escritor e jornalista Tom Wolfe, um dos grandes nomes do jornalismo literário americano, morreu nesta segunda-feira (14) em um hospital de Nova Iorque, aos 87 anos. A informação foi confirmada ao jornal britânico The Guardian por sua agente literária, Lynn Nesbit. De acordo com ela, ele estava internado com uma infecção.

Wolfe é autor de clássicos como "A Fogueira das Vaidades" e "Radical Chique". Este último, uma reportagem sobre a relação das elites nova-iorquinas com os black panthers, está publicado no Brasil no volume "Radical Chique e o Novo Jornalismo". Wolfe nasceu na Virginia, em 1931, e saiu da faculdade de direito para a reportagem, no Springfield Union, de Massachusetts. Foi para Nova York, em 1962, trabalhar no The New York Herald Tribune e nunca mais deixou a cidade. Ele vivia com sua mulher, Sheila, e tinha dois filhos.​

Veja também

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE
Internacional

Pandemia desacelera, mas EUA não se dispõe a abrir fronteiras como a UE

Recife fará busca por quem ainda não tomou segunda dose de vacina contra a Covid-19
Imunização

Recife fará busca por quem ainda não tomou segunda dose de vacina contra a Covid-19