A-A+

Motorista perde o controle e ônibus BRT colide em estação

O motorista Marcos Santana estava em fim do expediente, transportando o veículo até a garagem quando ocorreu a colisão

Colisão com ônibus BRT em TabajaraColisão com ônibus BRT em Tabajara - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Um ônibus BRT da linha Abreu e Lima/PCR colidiu em uma estação BRT em Paulista na manhã desta sexta-feira (27).  O motorista do ônibus, identificado como Marcos Santana estava levando o veículo, que faz a linha Abreu e Lima/PCR, de volta para a garagem quando perdeu o controle do veículo por volta das 8h.

O acidente aconteceu na Estação Cidade Tabajara, no sentido Paulista/Recife. O profissional foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e teve ferimentos no ombro e no tornozelo. Ele trabalha na empresa desde 2015 e passou mal enquanto dirigia o veículo que é avaliado em R$ 800 mil.

Quando ocorreu a colisão, Marcos Santana estava ao fim do expediente, levando o carro de Abreu e Lima para a garagem, no bairro no Varadouro, em Olinda. A informação foi confirmada por Flávio Silva, coordenador de operação da Conorte, empresa responsável pelo veículo e pelo motorista.

Leia também
Estação BRT Soledade II, na Conde da Boa Vista, será desativada
Colisão entre carro e caminhão deixa um homem ferido em Jaboatão
Sem motorista, caminhão atravessa PE-15 e imprensa carro contra BRT em Olinda; veja vídeo


Felipe Moraes trabalha em frente ao local do acidente, em uma distribuidora de pneus. Ele presenciou o momento da colisão. "Ele  (o motorista) perdeu o controle e caiu para o lado de cá, da parada. Tinha algumas pessoas lá, mas por sorte não chegou a atingir ninguém", contou. E completou: "Eu achei a que tinha alguma casa desabando, de tanto barulho que foi".

Ainda de acordo com Felipe Moraes, que tentou prestar socorro, o ônibus não transportava nenhum passageiro no momento da colisão e o motorista esteve consciente após o acidente e durante a ação dos bombeiros.

A estação ficará interditada e deve passar por reforma. Flávio Silva afirmou que a interdição não deve se prolongar já que a obra deve ser realizada sem demora e já voltar a funcionamento. Já o veículo deve passar por um procedimento mais duradouro.

A Estação Cidade Tabajara atende seis linhas, são elas: Igarassu/PCR; Abreu e Lima/PCR; Abreu e Lima/Dantas Barreto; Pelópidas/PCR; Pelópidas/Dantas Barreto e Pelópidas/PE-15.

A perícia do Instituto de Criminalística está no local. Após ser analisado, o ônibus será levado para a sede da Conorte, em Olinda.

Veja também

Preocupação com falta de mão de obra cresce na indústria, diz CNI
CNI

Preocupação com falta de mão de obra cresce na indústria, diz CNI

ONU teme 'crimes hediondos em massa' em Mianmar
Direitos Humanos

ONU teme 'crimes hediondos em massa' em Mianmar