Protesto

Motoristas de ônibus de turismo protestam por falta de demanda

Grupo se concentrou em frente ao Centro de Convenções e seguiu em carreata até a rua da Aurora

Protesto de motoristas de turismoProtesto de motoristas de turismo - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Um grupo de motoristas de ônibus de turismo realizou um protesto na manhã desta quarta-feira (29), em frente ao Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Os manifestantes ocuparam uma das faixas da avenida Agamenon Magalhães, congestionando o trânsito do local.

O grupo, que portava faixas com pedidos de ajuda, com os dizeres "130 dias sem trabalhar", chegaram ao local por volta das 5h. Os manifestantes seguiram em carreata pela Cruz Cabugá até a Rua da Aurora, no Centro do Recife. Às 10h30, estavam se concentrando em frente ao Ginásio Pernambucano.

O ato foi motivado falta de demanda do setor, que está sem trabalhar desde o início da pandemia de coronavírus. Um dos representantes do grupo, André da Silva Barbosa, disse que espera a concessão de um empréstimo por parte do Governo do Estado. "Todos estamos prejudicados, sem nenhum auxílio. Queremos também mudança nos termos de aplicação das multas e uma ajuda de custo para a gente sobreviver", afirmou. Ainda de acordo com ele, 120 motoristas de ônibus de todo o Estado participam da mobilização. "Estamos há 130 dias sem trabalho e a classe é muito grande. A gente está pedindo socorro", contou.

Uma comissão com representantes da Cooperativa de Transporte Turístico e Locações e Serviços de Pernambuco e da União Estadual dos Micro Empreendedores de Transporte Turístico e Executivo de Passageiros do Estado foi recebida no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo do Estado, pelo secretário-executivo de Articulação e Acompanhamento, Eduardo Figueiredo, e pela presidente da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI), Marília Bezerra. Na reunião, foi acordado que será enviado à Assembleia Legislativa de Pernambuco um Projeto de Lei para reduzir de dois para um o número mínimo de veículos que as empresas são obrigadas a destinar no serviço de fretamento intermunicipal.

A Casa Civil informou também que o prazo para vistorias vencidas foi prorrogado e poderá ser realizado até o dia 30 de novembro deste ano, para veículos já cadastrados. Já o porte do cartão de vistoria, para todas as modalidades de fretamento, só será exigido a partir do dia 15 de dezembro deste ano. O Governo de Pernambuco ressalta, ainda, que os motoristas não estão proibidos de circular no estado tampouco têm restrições impostas às atividades.

Veja também

Governo federal regulamenta turismo de trilhas no Brasil
Turismo

Governo federal regulamenta turismo de trilhas no Brasil

SUS completa 30 anos com conquistas e desafios
Saúde

SUS completa 30 anos com conquistas e desafios